Há cinco escolas portuguesas de Gestão na lista das 95 melhores da Europa

Há cinco escolas portuguesas de Gestão na lista das 95 melhores da Europa
| País
Joana Almeida Carvalho

É a primeira vez que Portugal tem cinco escolas no ranking do Financial Times, são elas a Porto Business School, Iscte, ISEG, Nova de Lisboa e a Católica.

As informações foram avançadas esta segunda-feira pelo jornal especializado.

De acordo com os critérios do Financial Times, a Nova School of Business and Economics é a melhor instituição de negócios do País, tendo este ano subido mais três posições chegando ao 24º lugar da lista.

Já a Católica Lisbon School of Business & Economics destaca-se pela percentagem de professores estrangeiros que ronda os 38%. Isto faz com que esta seja a escola mais internacional do país, uma vez que conta também com 70% de alunos internacionais de mais de 60 nacionalidades.

O Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), da Universidade de Lisboa, assume a 65ª posição da lista europeia e, seis lugares acima, encontra-se a Porto Business School, da Universidade do Porto.

A liderar a lista do ranking do jornal Financial Times está a Escola de Altos Estudos Comerciais – HEC de Paris.

+ notícias: País

Ex-acionista David Neeleman terá comprado a TAP com montante financiado pela própria companhia

O caso está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal que abriu esta semana um inquérito. David Neeleman, ex-acionista da TAP, terá sido financiado pela própria companhia para controlar a TAP. Segundo avança o jornal ECO, a análise legal sustenta que Neeleman garantiu a compra da companhia aérea portuguesa com dinheiro cedido pela Airbus, a troco da compra de aviões.

"Não há qualquer comboio a circular neste momento". Greve dos maquinistas da CP com adesão total até às 7h

A adesão à greve dos maquinistas da CP - Comboios de Portugal está a ser total, tendo sido suprimidas todas as ligações previstas até às 6h, segundo fontes do sindicato e da empresa.

PSP alerta para burlas em seu nome 

A PSP alerta para a existência de burlas em que são utilizados os nomes de forças de segurança como a própria Polícia de Segurança Pública.