A linha de alta velocidade Porto-Vigo é "incontornável"

A linha de alta velocidade Porto-Vigo é "incontornável"
| Norte
Porto Canal / Agências

A eurorregião Galiza-Norte de Portugal elegeu como tema "incontornável" e "fundamental" da próxima Cimeira Ibérica a linha ferroviária de alta velocidade Porto-Vigo, com o presidente da Xunta da Galicia a pedir um calendário e orçamento ao governo espanhol.

Esta posição foi tomada este sábado, em Vila Real, pelos presidentes da Xunta de Galicia, Alfonso Rueda, e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, António Cunha, que participaram no encontro "Galiza-Norte de Portugal | Território e Futuro".

"Há um tema que é incontornável, é o principal tema e que, quer do lado Norte quer do lado galego, damos uma importância extrema, que é ligação de alta velocidade entre Porto e Vigo no quadro de uma rede ainda maior de ligação entre Corunha e Lisboa e da ligação quer sobretudo do Norte de Portugal à Europa a partir dessa rede de alta velocidade", afirmou António Cunha.

Também o presidente Alfonso Rueda classificou a linha ferroviária de alta velocidade como "tema fundamental" da Cimeira Ibérica, que se realiza na sexta-feira, dia 04 de novembro, em Viana do Castelo.

O presidente da Xunta da Galicia criticou aquilo que classificou como "indefinição" por parte do Governo espanhol e, por isso, defendeu que é preciso colocar em cima da mesa uma calendarização e orçamentos com vista à construção da infraestrutura.

No início do mês, o Governo português apresentou o projeto de alta velocidade Lisboa-Porto-Vigo, que será implementado de forma faseada, prevendo-se a sua conclusão para 2030. A ligação para Vigo está dependente de articulação com Espanha.

"Do lado espanhol as questões estão a ser desenvolvidas, tratadas, percebemos que também há dificuldades técnicas, mas esperemos que na Cimeira haja boas notícias sobre esse assunto", afirmou António Cunha.

Alfonso Rueda elogiou o anúncio recente do Governo português e considerou que esta ligação ferroviária irá fortalecer ainda mais as relações entre a Galiza e o Norte de Portugal.

Posição idêntica tem António Cunha, que acredita que as dinâmicas das relações comerciais, turísticas, entre pessoas vão mudar de um "modo sem precedentes" na história do relacionamento entre os dois territórios.

+ notícias: Norte

Apartamento consumido por um incêndio em Ramalde

Um incêndio de grandes dimensões está a consumir um apartamento, num sexto andar de um prédio em Ramalde, no concelho do Porto.

Boneca com inteligência artificial promove reflexão sobre abuso sexual em Viseu

Uma boneca com inteligência artificial que promete um relacionamento perfeito vai estar em palco no Teatro Viriato, em Viseu, durante uma peça-instalação que reflete sobre o abuso sexual das mulheres e a objetificação do corpo feminino.

Autarca de Terras de Bouro reclama meios aéreos para combate a incêndios florestais no Cávado

O presidente da Câmara de Terras de Bouro, Manuel Tibo, criticou esta quarta-feira a não colocação na região do Cávado de meios aéreos ligeiros no dispositivo de combate a incêndios preparado para este ano.