Futuro do Metro do Porto revelado hoje. Rede cresce para Gondomar, Trofa, Matosinhos e Maia

Futuro do Metro do Porto revelado hoje. Rede cresce para Gondomar, Trofa, Matosinhos e Maia
| Norte
Fábio Lopes e Henrique Ferreira

A Metro do Porto vai lançar, esta sexta-feira, um Concurso Público Internacional para a execução de anteprojetos e desenvolvimento dos estudos de impacto ambiental de quatro novas linhas. Em causa estão os traçados Gondomar II (Dragão - Souto), ISMAI - Muro - Trofa (Paradela), Maia II (Roberto Frias - Parque Maia - Aeroporto) e São Mamede (IPO - Estádio do Mar).

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

A cerimónia de apresentação vai acontecer às 11h no Auditório Municipal de Gondomar, contando com a presença do primeiro-ministro, António Costa, e do ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro. Dois dos projetos já têm financiamento assegurado. As linhas de Gondomar e da Trofa vão ser asseguradas por fundos europeus, tendo um investimento previsto de 259 milhões de euros.

O Plano Anual de Avisos do programa de fundos europeus Portugal 2030 aponta que os avisos a serem lançados nos próximos 12 meses, incluem o aviso para a "extensão da Rede do Metro e BRT (ISMAI - Paradela e Dragão - Souto) e material circulante", que deverá ser lançado entre Maio e Agosto de 2024.

De acordo com a ficha resumo do aviso, será disponibilizada uma dotação de 259 milhões de euros provenientes do Fundo de Coesão da União Europeia para os investimentos, um valor que pode corresponder a um máximo de 85% do total, não sendo ainda conhecido o valor da comparticipação nacional.

O que já é conhecido antes da cerimónia

Em causa estão as extensões do Metro do Porto a Gondomar (Souto) através do Estádio do Dragão, servindo os bairros portuenses do Lagarteiro e Cerco e a freguesia gondomarense de Valbom. A empreitada prevê ainda a extensão à Trofa, há muito reivindicada desde a retirada dos carris do comboio no virar do século, com a promessa da construção da rede do Metro do Porto, que nunca saiu da gaveta.

Neste traçado, a ligação será feita em BRT (Bus Rapid Transit, vulgo metrobus) desde o ISMAI, atual término da Linha Verde (C) até à Paradela, na Trofa. O investimento insere-se no Sustentável 2030 – Programa Temático para a Ação Climática e Sustentabilidade, inserido no Portugal 2030.

Matosinhos e Maia com rede reforçada

Além de Gondomar e da Trofa, a rede do metro também vai crescer nos concelhos da Maia e de Matosinhos. São Mamede de Infesta vai ter, finalmente, acesso ao metro com uma nova linha que vai ligar o IPO ao Estádio do Mar, passando pela estação da Senhora de Hora.

Já a linha Maia II vai unir uma nova estação na rua Dr. Roberto Frias, junto à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto ao Parque Maia, permitindo depois a ligação ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

O traçado desta linha foi aprovado em junho em reunião de executivo da Câmara Municipal da Maia e prevê ainda uma nova estação subterrânea no Hospital de São João e pontos de paragem em Pedrouços (a superfície), Giesta (Superfície), São Gemil (superfície/ sobre viaduto), Caverneira (superfície/sobre viaduto), Águas Santas (superfície/sobre viaduto), Milheirós, Gueifães e Maninhos (subterrânea), Catassol (subterrânea), Chantre (subterrânea), Parque Maia II (superfície), Espido (superfície/sobre viaduto), Ponte de Moreira (superfície), Verdes II (superfície).

Por definir estão ainda os moldes de financiamento, já que a expansão do Metro do Porto e de outros projetos regionais ainda não está finalizada, pois “não existem acordos fechados” com o Programa Temático para a Ação Climática e Sustentabilidade - Sustentável 2030, confirmou fonte oficial da estrutura em julho.

+ notícias: Norte

Câmara de Gondomar aprova contas de 2023 com saldo positivo

A Câmara de Gondomar aprovou esta sexta-feira, com os votos contra da oposição, o relatório e contas de 2023, que apresenta um saldo positivo de 610 mil euros, situação que o presidente atribuiu aos conflitos na Ucrânia e em Gaza.

Terminaram buscas por jovem desaparecido em Gaia

As buscas permanentes pelo jovem de 16 anos desaparecido há uma semana no mar em Vila Nova de Gaia terminaram esta sexta-feira, sem sucesso, ao pôr-do-sol, revelou à Lusa o comandante da Capitania do Douro, Rui Lampreia.

Idoso carbonizado encontrado em Santa Maria da Feira

Um idoso foi encontrado morto já carbonizado em São João de Ver, no concelho de Santa Maria da Feira, avança o Correio da Manhã, citando fonte da GNR.