Claques "Torcida Split" e "No Name Boys" estavam organizadas para atacar portistas na Ribeira

Claques "Torcida Split" e "No Name Boys" estavam organizadas para atacar portistas na Ribeira
| Norte
Porto Canal

Depois dos confrontos em Guimarães, as claques "Torcida Splt" e "No Name Boys" estavam organizadas para atacar os "Super Dragões" na Ribeira, no Porto. Tal como avança o 'Jornal de Notícias", antes de serem barrados pela PSP na VCI, à entrada do Porto, os adeptos que tinham causado distúrbios na cidade vimaranense dirigiam-se para a Ribeira.

O relatório policial feito na véspera do jogo em Guimarães já tinha dado a conhecer o risco de existirem confrontos entre as diversas claques. Posteriormente, a ação da Polícia de Segurança Pública impediu o pior e os dados recolhidos junto das claques vão ser partilhados numa rede internacional de violência no desporto.

 

+ notícias: Norte

Incêndio em habitação faz quatro desalojados em Paços de Ferreira

Um incêndio deflagrou este domingo no sótão de uma habitação em Paços de Ferreira, no distrito do Porto, causando quatro desalojados, nomeadamente uma mãe e três filhos.

Implementação do Metro do Porto foi "processo de catequização"

O administrador dos Transportes Intermodais do Porto, Manuel Paulo Teixeira, disse que a equipa que lançou o Metro do Porto, da qual fez parte, fez "um processo de catequização" para convencer pessoas, autarcas a instituições.

Impedidos de entrar no Casino de Espinho agridem três PSP. Foram detidos

A polícia deteve três pessoas por injúrias e agressão contra três agentes da PSP que se encontravam ao serviço no casino de Espinho, este domingo.