“No Name Boys” juntaram-se a adeptos do Hajduk Split nos desacatos de Guimarães

| Norte
Porto Canal

Vários membros da claque do Benfica “No Name Boys” estarão envolvidos nos desacatos causados pelos adeptos do Hajduk Split na noite desta terça-feira no centro histórico de Guimarães. Ao que o Porto Canal apurou, depois dos vários minutos de caos, o grupo, com mais de 100 pessoas, entrou em cinco autocarros de matrícula portuguesa em direção à cidade do Porto.

Na VCI, onde o grupo foi intercetado, criou-se um novo caos. Junto ao nó de Paranhos, onde os autocarros foram mandados parar, dezenas de adeptos fugiram a pé, com as autoridades a tentar intercetá-los.

Em declarações à SIC Notícias, uma testemunha, que estava num dos bares do centro de Guimarães no momento da “invasão” dos adeptos do Hajduk Split garante que existiam portugueses no grupo. Segundo Marta Mendes ouviram-se frases como “Guimarães é nosso” e “vamos por esta cidade a arder”.

A proximidade entre as claques do Hajduk Split e os “No Name Boys”, do Benfica, é conhecida. Nas redes sociais há adeptos encarnados a garantir o apoio aos croatas.

“Vamos estar aí com os nossos irmãos certamente” e “tudo preparado para invadir” são alguns dos comentários publicados.

+ notícias: Norte

Museu Mineiro de São Pedro da Cova. Uma reportagem Porto Canal

Está para breve a reabertura do Museu Mineiro de São Pedro da Cova. O espaço, criado nos anos 80, está a ser alvo de obras de requalificação para permitir ao visitante experienciar de uma forma inovadora como se fazia a extração de carvão em Gondomar.

Imagens exclusivas de comboio da CP sobrelotado

O Porto Canal teve acesso a imagens de um comboio da CP que fazia a ligação Porto-Pocinho e seguia sobrelotado.

Diretor do Serviço de Cirurgia do Trás-os-Montes afirma que "novo exame do Cancro da Mama em Vila Real evita as deslocações ao Porto"

O Diretor do Serviço de Cirurgia geral do Hospital de Trás-os-Montes e Alto Douro, João Pinto de Sousa, afirmou, na manhã desta segunda-feira, em declarações ao Porto Canal, que "o Hospital de Vila Real desde há um mês que passa a ter um novo exame que ajuda a detetar os gânglios" e, acrescenta ainda que "esse novo exame do Cancro da Mama em Vila Real evita as deslocações ao Porto".