Covid-19: Câmara de Estarreja apela a contacto mínimo com população de Ovar

| País
Porto Canal com Lusa

Estarreja, Aveiro, 23 mar 2020 (Lusa) - A Câmara de Estarreja apelou hoje a que empresas, instituições e lojas locais se limitem ao contacto "mínimo e indispensável" com parceiros de Ovar, município contíguo que se encontra em estado de calamidade pública, sob cerco sanitário geográfico.

Em comunicado, a primeira dessas autarquias do distrito de Aveiro recomenda cautelas também no sentido inverso, para diminuir o risco de contágio pela Covid-19.

O tom da missiva emitida pela Câmara de Estarreja é direto: "Circulação entre os dois municípios só a mínima e indispensável. Apela-se às empresas, instituições e espaços comerciais, localizados em Estarreja, com colaboradores de Ovar, e às empresas, instituições e espaços comerciais, localizados em Ovar, com colaboradores de Estarreja, que procedam ao ajustamento e reorganização do seu funcionamento no sentido de reduzir ao mínimo imprescindível, ou até a zero, o seu efetivo de pessoas no concelho vizinho".

O apelo visa sobretudo os cidadãos que, num concelho ou no outro, laboram em espaços cuja atividade é considerada de primeira necessidade, como acontece com supermercados, postos de abastecimento de combustível, bancos, farmácias, unidades de saúde, fábrica de produtos alimentares para humanos ou animais, etc.

Referindo que o despacho do Governo que termina o estado de calamidade pública em Ovar tem por base uma "situação epidemiológica compatível com transmissão comunitária ativa", a Câmara de Estarreja diz que isso significa "que o risco de transmissão se encontra generalizado, podendo mesmo dar origem a novas cadeias de transmissão em zonas vizinhas".

Nessa perspetiva, conclui: "É de extrema urgência que se reduza ao mínimo a passagem pela cerca sanitária fixada em Ovar, de forma a reduzir o risco de propagação do novo coronavírus".

Responsável pela pandemia da Covid-19, o novo coronavírus foi detetado em dezembro na China e já infetou mais de 345.000 pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

O continente europeu é atualmente aquele com o maior número de casos, sendo Itália o país com maior número de vítimas mortais em todo o mundo. Regista 6.077 mortos em 63.927 diagnósticos positivos e, desses infetados, 7.024 já foram dados como curados pelas autoridades.

Os países mais afetados depois de Itália e China são: Espanha, com 2.182 óbitos em 33.089 infeções; Irão, com 1.812 mortes entre 23.049 casos; França, com 860 vítimas mortais em 19.856 diagnosticados; e os Estados Unidos, com 390 mortes em 31.057 infetados.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde indicou hoje que o surto de Covid-19 já provocou 23 mortes e 2.060 infetados. Nesse universo de doentes, 201 estão internados, 47 dos quais em cuidados intensivos.

Dada a evolução da pandemia, na terça-feira o Governo declarou o estado de calamidade pública no concelho de Ovar, onde já há mais de 70 infetados com o novo Covid-19. Desde as 00:00 de quinta, todo o país se encontra em estado de emergência, o que vigorará até às 23:59 do dia 02 de abril.

AYC // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: País

Já é conhecida a chave do Eurodreams desta segunda-feira

Já é conhecida a chave do Eurodreams desta segunda-feira.

EuroDreams. Terceiro prémio 'sorriu' a 33 apostadores portugueses

Foram 33 os apostadores portugueses que foram agraciados com o terceiro prémio do EuroDreams, no valor de 88,03 euros cada.

Urgência Pediátrica de Viseu fecha em alguns períodos a partir de sexta-feira

A Urgência Pediátrica da Unidade Local de Saúde Viseu Dão-Lafões (ULSVDL) vai estar encerrada durante alguns períodos a partir de sexta-feira devido à falta de médicos pediatras, anunciou hoje a instituição.