Info

Eurogrupo diz que porta está aberta mas com base na propostas dos credores

| Política
Fonte: Agência Lusa
Bruxelas, 25 jun (Lusa) - O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, disse hoje que persistem ainda distâncias entre Atenas e os credores e que as "portas continuam abertas" para que as autoridades gregas aceitem as propostas das instituições.

Em comunicado, Dijsselbloem afirmou que a reunião desta tarde dos ministros das Finanças da zona euro serviu para as instituições (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) informarem das "intensivas negociações com o Governo grego" e que a "distância ainda é grande" entre as propostas dos credores e o que querem as autoridades gregas.

"No entretanto, as portas continuam abertas para que as autoridades gregas aceitem as propostas postas na mesa pelas instituições", disse o presidente do Eurogrupo.

O também ministro das Finanças da Holanda voltou a queixar-se de que as novas propostas do Governo grego chegaram hoje em cima da reunião do Eurogrupo, pelo que as instituições não tiveram tempo de fazer uma análise aprofundada, o que ainda irão fazer.

Jeroen Dijsselbloem reiterou ainda a possibilidade de o Eurogrupo voltar a reunir-se sábado, na quarta reunião em menos de uma semana e apenas dedicada à Grécia.

IM/IG/ACC// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Marcelo Rebelo de Sousa não responde a Moreira e Medina mas adverte que quem quer a Regionalização não deve precipitar-se

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, advertiu esta quinta-feira que quem quer a regionalização do país não deve precipitar-se, considerando que "é preciso não cometer erros de percurso".

Rui Moreira defende que o país deve avançar com o processo de Regionalização o quanto antes

Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, defendeu esta terça-feira que o país deve avançar para um processo de Regionalização o quanto antes. O presidente da Câmara Municipal do Porto rejeita a necessidade de um referendo ao contrário do que defende o Presidente da República.

Fernando Medina defende que a Regionalização é o processo mais benéfico para o país

Fernando Medina defende que a Regionalização é o processo que mais beneficiava o país. Até lá quer o reforço de competências das áreas metropolitanas e uma descentralização à medida de cada município.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

D'Mais

Atitudo - Artes Marciais &...

Nota Alta

"A cidade do Porto está com um...

N'Agenda

"Gosto de estar a par do rap que...