Info

PSD acusa Costa de faltar à palavra sobre Infarmed. Primeiro-ministro recusa "lições" de Negrão

PSD acusa Costa de faltar à palavra sobre Infarmed. Primeiro-ministro recusa "lições" de Negrão
| Política
Porto Canal com Lusa

O líder parlamentar do PSD acusou hoje o primeiro-ministro de “faltar à palavra” sobre a mudança do Infarmed para o Porto, com António Costa a prometer uma resposta escrita e recusar receber "lições" de Fernando Negrão nesta matéria.

No debate quinzenal na Assembleia da República, o primeiro-ministro justificou o recuo do Governo sobre a futura localização do Infarmed com a criação da comissão técnica independente sobre a descentralização em julho, fruto de um acordo entre executivo e PSD, que disse ter entre as suas competências decidir sobre a deslocalização de serviços.

“Perante esta comissão criada por proposta do PPD-PSD, o Governo devia persistir na teimosia de levar o Infarmed para o Porto, contra tudo e contra todos, ou aguardar? A nossa modesta opinião é que devemos aguardar”, afirmou António Costa, acrescentando querer saber qual a posição do PSD.

“Mais vale dar um passo atrás para tomar uma boa decisão, do que continuar em frente numa decisão porventura errada”, acrescentou o primeiro-ministro.

Na sua intervenção, Fernando Negrão tinha acusado António Costa de ter “faltado com a palavra aos portugueses”, depois de ter assegurado na Assembleia da República, por cinco vezes num debate quinzenal ainda com o anterior líder da bancada do PSD Hugo Soares, que a intenção do Governo era que o Infarmed fosse para o Porto.

“A palavra do primeiro-ministro tem agora um valor muito relativo. Palavra dada, palavra honrada, senhor primeiro-ministro? Só quando lhe dá jeito”, disse, motivando uma troca de palavras duras com António Costa.

O primeiro-ministro recusou responder “à questão pessoal” no debate e prometeu enviar a Fernando Negrão “por escrito a razão porque não aceita lições” do líder da bancada social-democrata sobre a sua palavra, recebendo muitos aplausos do PS.

Fernando Negrão disse então aguardar “ansiosamente” por essa carta e assegurou: “Se não a divulgar publicamente, eu divulgo com a minha resposta. Chega de insinuações”, afirmou o líder da bancada social-democrata.

+ notícias: Política

Deputado do PS afirma que casos de alegada corrupção prejudicam a 'luta' pela regionalização

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, afirma que sempre que existem casos noticiados de alegada corrupção "os adversários da regionalização acabam por ganhar alguns argumentos, mesmo que sejam populistas".

Operações 'Teia' e 'Rota Final': Partidos pedem mais meios e condições para que a justiça funcione rápido

Em pouco mais de duas semanas, Portugal viveu dois escândalos de corrupção que envolvem autarquias do Norte e suspeitas de favorecimento a empresas privadas. O primeiro foi a Operação 'Teia' com nomes ligados ao PS. O segundo é a Operação 'Rota Final', com figuras do PSD. O Porto Canal foi ouvir o que pensam as concelhias partidárias sobre isto e todas admitem que são precisos mais meios e condições para que a justiça funcione rápido.

Tiago Barbosa Ribeiro espera que a regionalização esteja no programa eleitoral do PS

Tiago Barbosa Ribeiro, deputado do PS, defende que sem regionalização não se resolvem os problemas da desigualdade territorial e como tal, espera "que a regionalização esteja" no programa eleitoral do PS.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

1ª Bienal de Fotografia do Porto:...