Info

Incêndios: Combate às chamas no concelho de Vinhais a evoluir "favoravelmente"

| País
Porto Canal com Lusa

Vinhais, Bragança, 10 ago (Lusa) - O combate ao incêndio que deflagrou às primeiras horas de quinta-feira em Agrochão, no concelho de Vinhais, distrito de Bragança, está a evoluir "favoravelmente", disse à Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

"O combate às chamas está a evoluir favoravelmente, e lavra numa zona de mato onde não há populações em perigo. Nas próximas horas pensamos dar o incêndio como dominado, apesar de mantermos o dispositivo no terreno" disse à Lusa o comandante operacional distrital do Comando Distrital de Operações de Socorro de Bragança (CODIS), Noel Afonso.

Segundo a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) o incêndio está ser combatido por 130 bombeiros, apoiados por 41 viaturas e duas máquinas de rasto.

"O incêndio tem uma frente ativa numa zona de mato de muito difícil acesso, pelo que o combate está ser feito de forma apeada e com o recurso a máquinas de rasto", frisa o CODIS.

No entanto, o posto de comando da ANPC foi deslocado para o concelho vizinho de Macedo de Cavaleiros.

O incêndio deflagrou às primeiras horas da madrugada de quinta-feira, na freguesia de Agrochão, concelho de Vinhais, no distrito de Bragança, e que, às 00:50, encontrava-se com uma frente ativa e a consumir uma área de mato.

FYP // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: País

Professores fazem greve às avaliações se "decreto do roubo" não for alterado

Os professores vão fazer greve às avaliações e uma manifestação nacional na véspera das eleições legislativas caso a recuperação de anos de serviço prevista no que consideram o "decreto do roubo" não seja alterada no parlamento.

PJ recupera as 430 unidades do potente analgésico desaparecido no início do mês

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou este sábado ter recuperado as 430 embalagens do potente analgésico Fentanilo Basi, que haviam desaparecido no início do mês, mas não precisou o local, nem constituiu arguidos, prosseguindo ainda as investigações.

Rui Pinto vai ficar em prisão preventiva

O português Rui Pinto ficou em prisão preventiva, decidiu hoje o Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, onde o colaborador do 'Football Leaks' foi presente a um juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório judicial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Visita guiada ao Teatro Nacional...