Info

Incêndios: Combate às chamas no concelho de Vinhais a evoluir "favoravelmente"

| País
Porto Canal com Lusa

Vinhais, Bragança, 10 ago (Lusa) - O combate ao incêndio que deflagrou às primeiras horas de quinta-feira em Agrochão, no concelho de Vinhais, distrito de Bragança, está a evoluir "favoravelmente", disse à Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

"O combate às chamas está a evoluir favoravelmente, e lavra numa zona de mato onde não há populações em perigo. Nas próximas horas pensamos dar o incêndio como dominado, apesar de mantermos o dispositivo no terreno" disse à Lusa o comandante operacional distrital do Comando Distrital de Operações de Socorro de Bragança (CODIS), Noel Afonso.

Segundo a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) o incêndio está ser combatido por 130 bombeiros, apoiados por 41 viaturas e duas máquinas de rasto.

"O incêndio tem uma frente ativa numa zona de mato de muito difícil acesso, pelo que o combate está ser feito de forma apeada e com o recurso a máquinas de rasto", frisa o CODIS.

No entanto, o posto de comando da ANPC foi deslocado para o concelho vizinho de Macedo de Cavaleiros.

O incêndio deflagrou às primeiras horas da madrugada de quinta-feira, na freguesia de Agrochão, concelho de Vinhais, no distrito de Bragança, e que, às 00:50, encontrava-se com uma frente ativa e a consumir uma área de mato.

FYP // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: País

Rotura em conduta da EPAL faz abater piso em Alcântara e obriga a cortar trânsito

O trânsito na Rua Maria Pia, em Lisboa, está cortado nos dois sentidos por causa de uma rotura numa conduta da EPAL, que provocou o abatimento do piso, disse à Lusa fonte do Regimento de Sapadores Bombeiros.

Buscas por pescadores desaparecidos em Esmoriz continuam pelo terceiro dia

As buscas para encontrar os três pescadores desaparecidos ao largo de Esmoriz, no distrito de Aveiro, durante a noite ocorreram sem sucesso, tendo sido reforçadas esta quarta-feira de manhã, disse à Lusa o comandante Fernando Pereira da Fonseca.

Plástico reciclado com químicos perigosos presente em brinquedos em Portugal

Brinquedos e acessórios de cozinha e de cabelo feitos com plástico reciclado à venda em Portugal estão contaminados com substâncias tóxicas, alertou esta quarta-feira a associação ambientalista ZERO.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS