Até os patos viraram o pescoço para ver o meteoro passar

Até os patos viraram o pescoço para ver o meteoro passar
| País
Porto Canal

O meteoro que pintou de azul e verde os céus de Portugal e Espanha ao final da noite do último sábado, dia 18 de maio, não impressionou só os humanos que o viram. Uma transmissão na plataforma de streaming Twitch mostrou a reação de um grupo de patos à passagem do clarão nos céus.

Os animais viraram todos o pescoço aos céus para ver o meteoro que deixou todo o país impressionado.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

A "grande bola de luz" que alcançou a atmosfera a cerca de 161 mil quilômetros por hora, começou a sua trajetória luminosa numa altitude de cerca de 122 quilómetros, na província de Badajoz, na Espanha.

Já no território nacional, atravessou as zonas como Castelo Branco, Viseu e Porto. O meteoro ter-se-à desmaterializado sobre o oceano Atlântico, a 54 metros de altura, a norte de Braga.

O bólide ou meteoro de grandes dimensões, percorreu 500 quilómetros em cerca de dez segundos para o Norte de Portugal, formando um clarão. Este fenómeno foi causado por um objeto de origem cometária, que ocorreu por volta das 23h45, segundo informações do Instituto de Astrofísica da Andaluzia citado pelo Jornal de Notícias (JN).

+ notícias: País

Sindicato dos Jornalistas leva Global Media a tribunal por atraso no pagamento aos recibos verdes

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) vai avançar para tribunal após o Global Media Group não ter dado garantias de que vai regularizar a situação dos trabalhadores a recibos verdes e o pagamento do subsídio de Natal.

Preço dos combustíveis vão registar maior subida desde abril

Depois de um mês de maio em que os preços dos combustíveis, de um modo geral, estiveram em queda, a próxima segunda-feira vai trazer um aumento tanto no custo da gasolina como do gasóleo.

Aeroportos nacionais com mais passageiros. Porto cresce acima da média

Os aeroportos nacionais movimentaram 19,6 milhões de passageiros nos primeiros quatro meses do ano, mais 4,8% face aos mesmos meses de 2023, divulgou esta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).