Pinto da Costa apresenta recandidatura à presidência do FC Porto

Pinto da Costa apresenta recandidatura à presidência do FC Porto
| Desporto
Porto Canal

Presidente do clube desde 1982 lidera um projeto intitulado “Todos pelo Porto”

Foi neste domingo, no Coliseu do Porto, que Jorge Nuno Pinto da Costa deu a conhecer as linhas mais fortes da recandidatura à presidência do FC Porto, à qual concorre com um projeto intitulado “Todos pelo Porto”. O líder do clube, que está no cargo desde 1982, reforçou a ideia de “um projeto de renovação, que irá redefinir o patamar competitivo do clube, contando com uma equipa de gestão contemporânea, comprometida em assegurar a sustentabilidade financeira e preservar o espírito indomável”.

“Para mim é difícil controlar as emoções neste momento e ter a serenidade suficiente para transmitir o que quero transmitir. Venho dizer, como sempre disse, aquilo que sinto, além de compartilhar com todos o amor ao FC Porto. Tenho aqui uma sala repleta de notáveis, mas para mim qualquer Dragão é uma pessoa notável. Entrei para sócio em 31 de dezembro de 1953 e tive o meu primeiro cargo como dirigente desportivo em 1962, mantendo-me até 1969 como chefe e diretor de várias secções. Entre 1976 e 1980 fui diretor do Departamento de Futebol a convite do saudoso Dr. Américo de Sá. Quando alguém concorre a alguma coisa, deve apresentar o seu currículo. Este é o meu currículo e sou candidato à presidência do FC Porto”, começou por afirmar Jorge Nuno Pinto da Costa assim que subiu ao palco.

Na base desta recandidatura está “o amor de todos nós ao FC Porto”. “Tive a felicidade de, durante os meus mandatos, as nossa equipas terem conquistado 2558 títulos. Agradeço a todos aqueles que me ajudaram nesta luta, pois só no futebol conquistámos 68 títulos, sete dos quais internacionais, mais do que todos os outros clubes portugueses juntos. Rigor, competência, ambição e paixão definem o que é servir o FC Porto”, prosseguiu Jorge Nuno Pinto da Costa antes de anunciar uma revelação para as próximas semanas: “Um dos factos para apresentar a minha recandidatura era termos contas e capitais positivos. Não posso revelar dados por imposição da lei, mas posso dizer que, dentro de uma ou duas semanas, iremos apresentar um saldo positivo de algumas dezenas de milhões de euros e capitais próprios positivos”.

“Desde que cheguei ao FC Porto, não me lembro de ter tido um momento de desafogo financeiro, mas o FC Porto nunca sucumbirá, será sempre um baluarte da cidade e um orgulho para todos nós. Temos de ganhar mais do que ganhámos até hoje e já estamos a preparar o futuro, por isso é que ainda recentemente renovámos com jogadores como Galeno e o Danny Namaso, além de termos contratado o Otavio”, justificou o líder máximo do clube, que revelou ainda pretender “rejuvenescer a minha equipa e os nossos serviços, termos mais atenção relativamente à bilhética, à modernização do estádio e respetiva rentabilização, de forma a que possamos levar a cabo tudo aquilo que pretendemos fazer. Queremos também concluir o nosso Centro de Estágio, que será na Maia, embora muitos o tenham tentado boicotar”.

“Este será certamente o meu último mandato, sem dúvida, mas vou cumpri-lo até ao fim e não com a intenção de o deixar a meio para abrir a porta a quem quer que seja. Quem vai escolher sempre o presidente do FC Porto serão os sócios do FC Porto. Tenho total confiança no futuro. Seria fácil chegar a este momento, dizer basta e viver dos louros de tudo o que conquistámos, mas estou aqui para levar o FC Porto em frente”, finalizou Jorge Nuno Pinto da Costa, que não deixou o Coliseu do Porto sem dar um sentido abraço a Sérgio Conceição, um dos ilustres entre a plateia.

+ notícias: Desporto

FC Porto: Resultados do fim de semana

Equipas de futebol, andebol, basquetebol, hóquei em patins, voleibol e natação representaram o clube. 

FC Porto: Daymaro Salina renova até 2026

A hegemonia do andebol do FC Porto na última década tem como um dos nomes mais fortes Daymaro Salina. Esteio dos Dragões na defesa e um dos maiores perigos no ataque, fez da Invicta a sua casa e é no conforto do lar que vai prosseguir por mais dois anos, até 2026.

FC Porto: Pepê convocado para a Copa América

Extremo junta-se a Wendell e Evanilson e faz do FC Porto o clube mais representado na lista do Brasil, a par do Real Madrid.