Fim do mau tempo? Conheça as previsões meteorológicas e prepare-se para a próxima semana

Fim do mau tempo? Conheça as previsões meteorológicas e prepare-se para a próxima semana
| País
Porto Canal

Após um final de outubro e um início de novembro onde se registaram períodos anómalos de precipitação intensa, resultante em várias ocorrências e estragos na Região Norte, a próxima semana ficará marcada por um “desagravamento”, no qual persistirá a “ocorrência de chuva ou aguaceiros, em especial nas regiões Norte e Centro”, de acordo com Ângela Lourenço, especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

 

Embora esteja prevista uma diminuição dos níveis de precipitação para os valores médios habituais em novembro, a chuva poderá continuar a provocar incidentes e a população deverá permanecer alerta.

“As previsões do estado do tempo para os próximos dias vão continuar a ser de ocorrência de chuva ou aguaceiros, em especial nas regiões Norte e Centro, estendendo-se à região Sul no final da semana, a partir do dia 8 de novembro”, começa por dizer Ângela Lourenço.

“Vamos ter aguaceiros, em especial no Litoral, depois, na terça-feira, a situação será mais de chuva, mas também continua a ser mais intensa no litoral e depois nos dias 8 e 9 existirá chuva, por vezes forte, nas regiões Norte e Centro”, reforça a especialista do IPMA.

A semana ficará também marcada pela possibilidade de queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela, um cenário que já aconteceu nos últimos dias. Recordo que os primeiros flocos de neve começaram a cair, esta quinta-feira, na cadeia montanhosa do centro do país, bem como na Serra do Marão, em Trás-os-Montes.

Assim, “a temperatura espera-se que suba a partir do dia 8, com noites mais frescas como é natural, mas temperaturas previstas para quarta-feira com máximas na ordem de 16 graus, para a cidade do Porto, mínima na ordem dos 11 graus”, sublinha Ângela Lourenço.

“Deverá manter-se assim até quinta e na sexta-feira prevê-se uma descida, em especial da mínima”, defende a meteorologista, alertando para o cumprimento das recomendações traçadas pelas autoridades, especialmente em zonas ribeirinhas.

Chuva dos últimos dias traz riscos associados 

Os solos já estão saturados, portanto há aspetos relacionados com potencial deslizamento de terras, devido à precipitação dos últimos dias. E também vamos continuar a ter agitação marítima forte com aviso laranja até amanhã, seguido de aviso amarelo”, alertou a especialista, projetando, ainda assim, um cenário de “desagravamento”.

“Do ponto de vista de severidade, vamos ter agora dois, três dias em que a situação é tranquila. A partir dos dias 8 e 9, poderemos ter a aproximação de um sistema frontal de atividade moderada a forte, e aí poderemos ter novamente um agravamento das condições meteorológicas, com possível emissão de avisos mais uma vez”, rematou Ângela Lourenço, alertando para “outro tipo de impactos que podem surgir, mesmo que não existam avisos meteorológicos”, decorrente da saturação dos solos.

Esta quinta-feira, o mau tempo já provocou vários estragos na cidade do Porto, especialmente devido à queda de árvores, com destaque para o incidente na Praça da República que condicionou fortemente o trânsito.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

As chuvas intensas que se fizeram sentir no norte do país, este sábado, provocaram também cheias em vários concelhos.
No Rio Ferreira, em Gondomar, a água entrou pelo Lugar da Ferreirinha, na freguesia do Foz do Sousa. Já em Paredes, Valongo, Melgaço, Vieira do Minho, entre outros, os caudais dos rios aumentaram significativamente.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

+ notícias: País

Já é conhecida a chave do Eurodreams desta segunda-feira

Já é conhecida a chave do Eurodreams desta segunda-feira.

EuroDreams. Terceiro prémio 'sorriu' a 33 apostadores portugueses

Foram 33 os apostadores portugueses que foram agraciados com o terceiro prémio do EuroDreams, no valor de 88,03 euros cada.

Urgência Pediátrica de Viseu fecha em alguns períodos a partir de sexta-feira

A Urgência Pediátrica da Unidade Local de Saúde Viseu Dão-Lafões (ULSVDL) vai estar encerrada durante alguns períodos a partir de sexta-feira devido à falta de médicos pediatras, anunciou hoje a instituição.