FC Porto: Sérgio Conceição quer "mais e melhor" após vitória frente ao Gil Vicente (2-1)

FC Porto: Sérgio Conceição quer "mais e melhor" após vitória frente ao Gil Vicente (2-1)
| Desporto
Porto Canal

Sérgio Conceição ficou mais satisfeito com o resultado do que com a exibição contra o Gil Vicente (2-1).

Não foi fácil, mas o FC Porto acabou mesmo por conseguir melhor do que nas últimas duas temporadas e somar três pontos na receção ao Gil Vicente (2-1) para se manter na liderança do campeonato. No rescaldo do encontro da sexta jornada decidido por Eustaquio no tempo de compensação, Sérgio Conceição falou de “um bom jogo das duas equipas”, principalmente “a nível de resultado”, já que no jogo jogado “falta alguma serenidade para os jogadores perceberem a qualidade que têm”. “Não encontramos desculpas, mas temos de encontrar soluções”, reforçou o técnico azul e branco.

Triunfo com dedicatória

“Antes de falar do jogo gostaria de dedicar esta vitória a uma senhora que faz quarta-feira 90 anos e veio aqui visitar-me. É para ela e para todos os adeptos. Mais uma vitória sofrida, contra um bom Gil. Acho que entrámos bem, muito bem até, e fomos cometendo alguns erros contra uma equipa que saía muito bem. Na segunda parte controlámos o jogo, tentámos chegar à vitória até que eu decidi meter alguns jogadores mais ofensivos. A partir daí o Gil criou uma ou outra situação que podia ter dado golo também. Foi um bom jogo das duas equipas, a nível de resultado, porque a nível exibicional queremos mais e melhor.”

Apenas duas mudanças

“Wendell pelo Zaidu e Fábio Cardoso pelo Pepe. A equipa era praticamente igual à que ganhou na Liga dos Campeões. Falta alguma serenidade para os jogadores perceberem a qualidade que têm. Cabe aos treinadores melhorá-los a nível individual para sermos mais fortes coletivamente.”

Três no ataque e Eustaquio a marcar

“O futebol é isto. Quisemos arriscar porque queríamos ganhar. Tínhamos a noção de que podíamos ficar mais expostos, mas sabíamos que íamos ter um peso maior no último terço e era isso que eu queria.”

Soluções antes das desculpas

“Jogar bem ou mal é subjetivo. Se eu digo que temos de melhorar massacram-me. Os treinadores conhecem os seus balneários, eu digo o que sinto e o que vejo. Por vezes tenho uma ideia diferente, mas temos a noção de que há trabalho a fazer porque estamos no início. À última da hora ficámos sem o Pepe. Não encontramos desculpas, mas temos de encontrar soluções.”

A lesão de Pepe

“Há que perguntar ao departamento médico. Fez um exame hoje e está fora. Perguntem ao doutor Puga que ele saberá responder.”

 

 

+ notícias: Desporto

"A chama de Viena estará para sempre acesa". Artur Jorge homenageado no Gil Vicente - FC Porto

Artur Jorge, antigo selecionador português e treinador campeão europeu pelo FC Porto partiu esta quinta-feira, aos 78 anos, deixando o universo ‘azul e branco’ órfão de uma lenda. A notícia do adeus do ícone dos 'Dragões' abalou o universo futebolístico, originando várias homenagens pela Europa do futebol.

"Nunca te esqueceremos". Artur Jorge relembrado no PSG - Rennes 

O Paris Saint-Germain empatou  a uma bola, este domingo, no Parque dos Príncipes, diante do Rennes. O encontro ficou marcado pela homenagem a Artur Jorge, antigo selecionador português e treinador campeão europeu pelo FC Porto que partiu esta quinta-feira, aos 78 anos, deixando o universo ‘azul e branco’ órfão de uma lenda.

FC Porto: Desperdício e descompensação. Crónica de jogo

FC Porto podia ter saído de Barcelos com uma goleada e sofreu o empate nos descontos (1-1).