ASAE instaura 51 processos-crime por especulação contra operadores do setor alimentar

ASAE instaura 51 processos-crime por especulação contra operadores do setor alimentar
| País
Porto Canal / Agências

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou 51 processos-crime por especulação em fiscalizações a 960 operadores e detetou margens de lucro superiores a 50% na cebola.

Estas conclusões fazem parte da última análise desta autoridade à subida dos preços de bens alimentares, que foi apresentada esta quinta-feira, em conferência de imprensa, no Ministério da Economia e do Mar, em Lisboa.

“Foram inspecionados 960 operadores económicos […] e instauramos 51 processos-crime por especulação”, avançou o inspetor-geral da ASAE, Pedro Portugal Gaspar.

A ASAE moveu ainda 91 processos contraordenacionais, no âmbito destas ações que decorrem desde o segundo semestre de 2022.

Do cruzamento entre a aquisição do retalhista ao fornecedor e a venda ao consumidor, a ASAE identificou margens de 30% em produções como o “açúcar branco, óleo alimentar e a dourada”, seguindo-se as conservas de atum, leite e a couve coração com 30% a 50% e os ovos, laranjas, cenouras e febras de porco, margens de 40% a 50%.

Acima desta margem, destaca-se o caso da cebola.

“Se daí existe ou não o risco de poder haver ou não lucro ilegítimo ainda vamos ver”, ressalvou Pedro Portugal Gaspar.

Na mesma sessão, o ministro da Economia, António Costa Silva, prometeu “ser inflexível” para com todas as situações anómalas que sejam detetadas neste setor.

+ notícias: País

Portugal proibido de pescar carapau

A frota portuguesa esgotou a quota de pesca de carapau, na zona do Golfo da Biscaia Meridional, ficando estas capturas proibidas a partir de segunda-feira, anunciou esta segunda-feira a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM).

Campanha em 600 farmácias para utentes doarem o troco das suas compras e ajudarem quem mais precisa

A campanha “Dê troco a quem precisa” arranca esta segunda-feira em cerca de 600 farmácias de todo o país que vão “convidar os utentes” a doar o troco das suas compras para ajudar quem mais precisa a comprar medicamentos.

APAV ajudou oito crianças todos os dias durante os últimos dois anos

Mais de 5.660 crianças e jovens foram apoiados pela Associação Portuguesa de Apoio à Vitima (APAV) nos últimos dois anos, um valor que subiu 18,2% no ano passado, chegando a uma média de oito por dia.