Após críticas, altar-palco da Jornada Mundial da Juventude passa de 4,2 para 2,9 milhões de euros

| País
Porto Canal

O presidente da Câmara de Lisboa anunciou, esta sexta-feira que o altar-palco da Jornada Mundial da Juventude, situado no Parque Tejo, que vai receber o Papa, vai passar de 4,2 para 2,9 milhões de euros, representando um corte de 30%.

Em conferência de imprensa, Carlos Moedas destacou a “descida substancial da altura do palco” no Parque Tejo que passará de nove para quatro metros, acompanhado a “substancial redução do preço em 30%”. 

O número de pessoas que vai poder estar em cima do palco sofre também uma diminuição, passando das 2 mil inicialmente previstas para cerca de 1200 pessoas, bem como a área de implantação do palco. Ao invés dos iniciais 5 mil metros quadrados, a infraestrutura ocupará cerca 3.250 metros quadrados.

Porto Canal

"Foram dias de trabalho árduo e contínuo, mas conseguimos", frisou o autarca lisboeta, mostrando-se feliz na solução encontrada. "Eu comprometi-me a apresentar uma solução e aqui estou". 

Ainda assim, o presidente da Câmara de Lisboa explicou que todo o evento no Parque Tejo vai ter um custo de 20 milhões de euros.

Igreja financia Palco do parque Eduardo VII 

Já sobre o segundo palco, localizado no Parque Eduardo VII, Moedas revela que o palco será pago pela Igreja e representará um investimento de 450 mil euros."A Jornada Mundial da Juventude, a sua organização local e Américo Aguiar [bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Fundação JMJ] decidiram financiar este palco no Parque Eduardo VII", destacou. 

+ notícias: País

49 pessoas morreram afogadas em Portugal continental até ao final de abril

Quarenta e nove pessoas morreram afogadas em Portugal continental nos quatro primeiros meses do ano, o valor mais alto desde 2017, segundo dados do relatório do Observatório do Afogamento da Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores (FEPONS).

Nova atualização nos preços dos combustíveis na próxima semana

Depois de várias semanas consecutivas de descida, o preço dos combustíveis estagnou e não deverá subir, nem descer, a partir da próxima segunda-feira.

Há 111 medicamentos genéricos cuja venda em Portugal terá de ser suspensa

Portugal vai ter de suspender a venda e cancelar autorizações de 111 medicamentos genéricos testados pelo laboratório Synapse Labs, na Índia, após uma recomendação hoje feita nesse sentido pela Comissão Europeia aos Estados-membros da União Europeia (UE).