Leitura da sentença do caso da divulgação dos emails no Porto Canal marcada para 27 de março

Leitura da sentença do caso da divulgação dos emails no Porto Canal marcada para 27 de março
| Desporto
Porto Canal

A leitura da sentença foi agendada para 27 março às 14h00, no Juízo Central Criminal de Lisboa.

Em junho de 2017, a divulgação de emails do Benfica no programa “Universo Porto da Bancada” do Porto Canal levantou suspeitas de alegados crimes de tráfico de influência, corrupção passiva e ativa dentro do clube da luz. O Ministério Público abriu inquérito de imediato.

Paulo Gonçalves, ex-diretor jurídico dos encarnados é arguido no processo que investiga o benefício do Benfica em decisões de arbitragem.

O Benfica, envolvido num processo de megacorrupção, pode vir a descer de divisão caso venha a ser condenado no âmbito do processo disciplinar instaurado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol. De acordo com o regulamento da Liga, a corrupção de equipa de arbitragem e outros agentes desportivos “é punida com a pena de desclassificação”.

O megaprocesso resulta de vários casos originais como os “E-mails do Porto Canal", o “Mala Ciao” e os “Vouchers” que tiveram avanços devido a dados fornecidos por Rui Pinto. Além destes, o Benfica lidou, ao longo dos últimos anos, com processos como o “Saco Azul”, “Operação Lex” e “E-Toupeira”.

Francisco J. Marques está acusado de três crimes de violação de correspondência ou de telecomunicações, três crimes de violação de correspondência ou de telecomunicações agravados, em concurso aparente com três crimes de devassa da vida privada, e um crime de acesso indevido.

O diretor de comunicação do FC Porto responde ainda por cinco crimes de ofensa a pessoa coletiva agravados e um crime de ofensa à pessoa coletiva agravado na sequência de uma acusação particular.

O diretor de conteúdos Diogo Faria responde por um crime de violação de correspondência ou de telecomunicações e um crime de acesso indevido, além de um crime de ofensa à pessoa coletiva agravado em acusação particular.

Por último, Júlio Magalhães está acusado pelo Ministério Público de três crimes de violação de correspondência ou de telecomunicações agravados, em concurso aparente com três crimes de devassa da vida privada, bem como cinco crimes de ofensa a pessoa coletiva agravados.

+ notícias: Desporto

FC Porto: Na rotunda, saia nas "meias". Crónica de jogo

O FC Porto foi ao Fontelo eliminar o Académico de Viseu da Taça de Portugal e seguir para as meias-finais da prova rainha. O próximo adversário na competição é o Famalicão, que eliminou a B SAD (4-1). Os duelos com os minhotos estão marcados para a última semana de abril e para a primeira de maio.

Sérgio Conceição: "É mais um objetivo alcançado"

Sérgio Conceição recordou que o FC Porto está nas “meias” da Taça de Portugal “pelo sexto ano consecutivo”

FC Porto (Sub-19): Dragões seguem para os oitavos de final da Youth League

A equipa de Sub-19 do FC Porto está nos oitavos de final da UEFA Youth League depois de bater nesta quarta-feira o Panathinaikos (1-0), no mítico Apostolos Nikolaidis, em Atenas (Grécia), no Play-off da prova. Um golo de Jorge Meireles, já no segundo tempo (71m), deu o triunfo aos Dragões.