Metro do Porto: Construção de uma nova ponte era “evitável”

| Norte
Porto Canal

O alerta é deixado pelo fundador do Centro de Investigação do Território, Transportes e Ambiente. Paulo Pinho diz que era “possível evitar” a construção de uma nova ponte sobre o Douro, no âmbito da construção da Linha Robi. A solução seria reorganizar o trânsito na Ponte da Arrábida com a construção da circular externa. A Metro do Porto diz que a nova estrutura “é uma certeza”.

Os vários projetos de construção e de expansão da rede de metro do Porto foram pensados e avaliados em parceria com a Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP). Em 2008, altura em que a nova linha para Vila Nova de Gaia já estava prevista no plano de expansão, a FEP alertou que era possível evitar a construção de uma nova ponte.

Paulo Pinho, fundador do Centro de Investigação do Território, Transportes e Ambiente explica que à altura seria possível, através de uma reorganização do trânsito no centro da cidade, evitar uma nova travessia. “Em 2007, 2008 estava-se a dar início, curiosamente, à construção da circular externa do Porto e nessa altura o nosso trabalho chamou a atenção que era possível evitar a construção de uma nova ponte. Era preciso criar um sistema de gestão da mobilidade automóvel na zona central da área metropolitana do Porto, de tal forma que permitisse um rebatimento do tráfego de atravessamento para essa nova infraestrutura rodoviária. Se isso tivesse acontecido, seria possível evitar a construção de uma nova ponte. Foi uma oportunidade perdida”, alerta o especialista. Ainda assim, uma vez que a alteração da mobilidade no centro do Porto não foi executada, Paulo Pinho explica que já não será possível deixar de parte a construção da nova travessia.

Do lado da Metro do Porto, Tiago Braga, presidente da empresa de transportes diz que a ponte é uma certeza e que apenas está em negociação o modelo de construção da nova estrutura.

A inauguração da primeira linha do metro na cidade do Porto aconteceu há 20 anos, altura em que foi inaugurada a linha azul entre a estação da Trindade e o Senhor de Matosinhos.

+ notícias: Norte

Chuvas fortes de janeiro causaram 5ME de prejuízos em espaços privados de Gaia

O mau tempo do início de janeiro causou prejuízos de mais de cinco milhões de euros em casas e comércios de Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto, adiantou esta segunda-feira o presidente da câmara municipal.

Bar do Porto reconhece “falha” após episódio de homofobia

O responsável pelo estabelecimento ‘Maus Hábitos’ reconhece que se tratou de uma “falha grave”. Depois de um grupo de jovens ter sido agredido, esta sexta-feira à noite, depois de vários comentários homofóbicos, o responsável pelo espaço diz que se tratou de “um erro” o facto de terem sido expulsos todos os envolvidos, “deixando assim as vítimas vulneráveis”.

Saiu em Famalicão a nova raspadinha de 77.777 euros

Uma raspadinha com 77.777 euros foi adquirida por um apostador no "Quiosque Central e Pão Quente O Guedes", de Cabeçudos, em Famalicão.