Aeroporto: "É óbvio para todos" que há problemas conjunturais e estruturais na Portela

| Economia
Porto Canal / Agências

O ministro das Infraestruturas disse hoje ser "óbvio para todos" que há problemas estruturais e conjunturais no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, mas desvalorizou o 'ranking' da AirHelp, que o classificou como o pior.

"É óbvio para todos que nós temos problemas no Aeroporto Humberto Delgado [...] conjunturais e estruturais", afirmou o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, que está a ser ouvido no parlamento, por requerimento do PSD, para esclarecimentos sobre os problemas nos aeroportos de Lisboa e do Porto.

No entanto, o ministro desvalorizou a classificação do 'site' alemão AirHelp, que divulga anualmente um 'ranking' mundial dos aeroportos, no qual o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, surge na 132.ª posição, com uma avaliação geral de 5.76 em 10 pontos, entre os 132 aeroportos avaliados, ou seja, em último lugar.

O governante apontou que o 'ranking' tem várias falhas e está desatualizado, posição que tinha sido já defendida também pela ANA -- Aeroportos de Portugal.

Pedro Nuno Santos disse também ser "óbvio" que a TAP é a companhia aérea com mais cancelamentos na Portela, porque "a presença da TAP no aeroporto não tem paralelo com outra companhia".

O ministro das Infraestruturas adiantou ainda que a média de cancelamentos no aeroporto de Lisboa entre 01 e 07 de julho foi de 4,5%, sendo que a da TAP foi de 2,8%.

"Temos problemas no Aeroporto Humberto Delgado, [...], temos problemas com a maior companhia aérea que opera nesse aeroporto, estamos, apesar disso, muito longe da realidade vivida pela maioria esmagadora das companhias e aeroportos por toda a Europa", acrescentou Pedro Nuno Santos.

A audição de Pedro Nuno Santos acontece numa altura em que estão a ser cancelados vários voos, diariamente, nos aeroportos europeus, devido à falta de pessoal, greves e outros fatores externos agravantes, nomeadamente climáticos, relacionados com a covid-19 ou com imprevistos. Em Portugal, o Aeroporto Humberto Delgado tem sido especialmente afetado, com dezenas de cancelamentos diários na última

+ notícias: Economia

Tribunal de Contas atento ao acolhimento das recomendações

O presidente do Tribunal de Contas, José Tavares, afirmou que o Tribunal “continuará ativo” em relação ao Novo Banco nomeadamente ao nível da aplicação das recomendações formuladas nas auditorias.

Inspeção-Geral de Finanças já deu parecer positivo a pagamento da 2.ª tranche

A Inspeção-Geral das Finanças deu parecer positivo ao pagamento da segunda tranche do Plano de Recuperação e Resiliência, no valor de cerca de dois mil milhões de euros, seguindo agora o pedido de Portugal para Bruxelas.

Euribor volta a subir para novos máximos a três, seis e 12 meses

As taxas Euribor voltaram esta terça-feira a subir a três, a seis e a 12 meses para novos máximos em mais de 10 anos.