Info

Covid-19: Certificado digital em viagens marítimas e aéreas e acesso a lares e hospitais

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 23 set 2021 (Lusa) -- A apresentação de certificado digital será obrigatória para viagens por via marítima ou aérea e nas visitas a lares e estabelecimentos de saúde, de acordo com as medidas da terceira fase de desconfinamento hoje anunciadas.

"Gostava de sublinhar que as visitas hospitalares passam a poder ser retomadas", disse o primeiro-ministro, António Costa, na conferência de imprensa do final da reunião de hoje do Conselho de Ministros, na qual o executivo aprovou a passagem à terceira fase de desconfinamento a partir de 01 de outubro.

António Costa referiu ainda que os grandes eventos culturais, desportivos ou corporativos, assim como os bares e as discotecas - com autorização para reabrir a partir do próximo mês -- são também locais onde o certificado será exigido.

Por outro lado, nos restaurantes e nos estabelecimentos turísticos e alojamentos locais deixa de ser necessário apresentar o certificado digital, assim como nos ginásios com aulas de grupo, nos casinos, termas e spas.

O primeiro-ministro anunciou hoje que a evolução positiva do país no controlo da covid-19 vai permitir que passe do atual estado de contingencia para a situação de alerta a partir de 01 de outubro.

"Estamos em condições de avançar para a terceira fase do plano [de alívio de restrições] de 29 de julho passado. Portugal passará do atual estado de contingência para a situação de alerta a partir de 01 de outubro", declarou.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.938 pessoas de covid-19 e foram contabilizados 1.064.876 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

IMA (PMF) // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

Ministro Eduardo Cabrita demite-se

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, demitiu-se hoje, na sequência da acusação de homicídio por negligência do Ministério Público ao seu motorista pelo atropelamento mortal de um trabalhador da autoestrada A6, em junho deste ano.

Militantes de Gaia desafiam PSD/Porto a "retratar-se de rutura" com as bases

O Movimento Reativar Gaia, de militantes daquela concelhia do PSD, quer que a distrital social-democrata do Porto "se retrate da rutura existente entre a estrutura e os seus militantes" e está a preparar uma "estratégia operativa" para as legislativas.

Governo aprova subida do salário mínimo para 705 euros a partir de janeiro

O Governo aprovou hoje a subida do salário mínimo para 705 euros a partir de 01 de janeiro, bem como os apoios às empresas para estes aumentos, adiantou o executivo, no final do Conselho de Ministros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.