Autoagendamento da vacina disponível para pessoas com 18 ou mais anos

Autoagendamento da vacina disponível para pessoas com 18 ou mais anos
| País
Porto Canal com Lusa

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou hoje disponível no portal da Direção-Geral da Saúde destinado a estas marcações.

A possibilidade de as pessoas a partir dos 18 anos poderem autoagendar a toma da primeira dose da vacina contra o vírus SARS-CoV-2 decorre mais de três semanas depois de, no início de junho, ter sido aberta a vacinação para a faixa etária entre os 18 e os 29 anos por ordem decrescente de idade.

Esta modalidade permite que as pessoas selecionem o local e a data em que pretendem ser vacinadas, recebendo depois uma mensagem SMS com a confirmação do dia, da hora e do centro de vacinação. A confirmação do agendamento implica que seja enviada resposta ao SMS.

Na sequência da fase 2 do plano de vacinação e de um maior número de vacinas recebidas por Portugal, o portal para autoagendamento entrou em funcionamento em 23 de abril para pessoas com 65 ou mais anos e, desde então, tem ficado disponível para marcações das faixas etárias dos 50, 40 e 30 e, mais recentemente, dos 20 anos.

Na semana passada, o vice-almirante Gouveia e Melo, que coordena o plano de vacinação contra a covid-19, admitiu que as vagas para o autoagendamento estavam esgotadas em alguns concelhos, devido à elevada procura face ao número de vacinas disponíveis, mas adiantou que a abertura a partir dos 20 anos deveria acontecer, ainda assim, esta semana.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.179.675 mortos em todo o mundo, entre mais de 195,2 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.292 pessoas e foram registados 953.059 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

+ notícias: País

49 pessoas morreram afogadas em Portugal continental até ao final de abril

Quarenta e nove pessoas morreram afogadas em Portugal continental nos quatro primeiros meses do ano, o valor mais alto desde 2017, segundo dados do relatório do Observatório do Afogamento da Federação Portuguesa de Nadadores Salvadores (FEPONS).

Nova atualização nos preços dos combustíveis na próxima semana

Depois de várias semanas consecutivas de descida, o preço dos combustíveis estagnou e não deverá subir, nem descer, a partir da próxima segunda-feira.

Há 111 medicamentos genéricos cuja venda em Portugal terá de ser suspensa

Portugal vai ter de suspender a venda e cancelar autorizações de 111 medicamentos genéricos testados pelo laboratório Synapse Labs, na Índia, após uma recomendação hoje feita nesse sentido pela Comissão Europeia aos Estados-membros da União Europeia (UE).