Info

Ordem disponibiliza declaração de exclusão de responsabilidade aos enfermeiros

Ordem disponibiliza declaração de exclusão de responsabilidade aos enfermeiros
| País
Porto Canal com Lusa

A Ordem dos Enfermeiros (OE) disponibilizou uma "declaração de exclusão de responsabilidade" a todos os enfermeiros para acautelar eventuais ações disciplinares, civis ou mesmo criminais dos doentes a seu cargo.

A OE adianta em comunicado hoje divulgado que, "no âmbito da atual crise pandémica, com os hospitais em situação de catástrofe, as equipas de enfermeiros abaixo das dotações recomendadas no regulamento 743/2019 de 25 de setembro não se encontram em condições de garantir a prestação de cuidados em segurança e com qualidade, nem a vida das pessoas".

"Não obstante estarem a desenvolver todos os esforços, os profissionais não conseguem chegar a todos", alerta a OE.

Face a esta situação, a OE disponibilizou uma declaração a todos os enfermeiros para acautelar a eventual responsabilidade disciplinar, civil ou mesmo criminal dos doentes a seu cargo.

Nesta declaração, que deverá ser enviada pelos enfermeiros que o pretendam aos conselhos de administração, "os profissionais reiteram que a dotação adequada é fundamental para salvaguardar o exercício profissional em segurança, o que manifestamente não se verifica atualmente, facto que apenas pode ser imputável à gestão da instituição e que, por si só, coloca em risco a prática adequada da profissão", salienta.

+ notícias: País

Um total de 837.887 vacinas contra a Covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou hoje o Ministério da Saúde.

Portugal com 33 mortes e 1.071 casos de infeção por Covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje 33 mortos relacionadas com a covid-19 e 1.071 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Governo mantém suspensos voos com origem ou destino no Brasil e Reino Unido face à Covid-19

O Governo vai prolongar até dia 16 de março as medidas restritivas do tráfego aéreo, mantendo-se suspensos todos os voos comerciais e privados com origem ou destino no Brasil e Reino Unido, foi hoje anunciado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Hoje Conhecemos... Eurico Amorim

N'Agenda

Hoje Conhecemos... 2 Patrícias
Zoom Zoom Z o o m