Info

Surto de Covid-19 com 51 infetados e duas mortes em lar da Misericórdia da Maia

| Norte
Porto Canal com Lusa

Um surto de covid-19 identificado no lar professor Vieira de Carvalho, da Santa Casa da Misericórdia da Maia, infetou 51 pessoas e provocou a morte a dois utentes, disse hoje à Lusa o diretor técnico daquela estrutura.

Em declarações à Lusa, Nuno Magalhães disse que os casos positivos de infeção pelo novo coronavírus dizem respeito a 26 utentes, dos quais três estão hospitalizados, e a 25 colaboradores (num universo de 78).

As duas mortes ocorreram em 26 de outubro e na segunda-feira, referiu.

Entre os funcionários que testaram positivo ao novo coronavírus estão o diretor técnico da instituição, uma enfermeira, uma animadora e uma administrativa, sendo os restantes ajudantes de ação direta.

Dos três doentes internados, dois testaram positivo e o terceiro ainda aguarda confirmação, acrescentou Nuno Magalhães, referindo que os casos negativos (21) e positivos encontram-se alojados em pisos diferentes da estrutura.

Segundo o responsável, durante a tarde de hoje todos os idosos e funcionários do Lar da Misericórdia da Maia, no distrito do Porto, serão rastreados. Os primeiros testes foram realizados no início de outubro.

“A maioria dos utentes estão assintomáticos, mas a situação pode reverter a qualquer momento. Temos vindo a fazer testes ao longo deste tempo. Esperamos que, entretanto, já haja utentes negativos”, acrescentou Nuno Magalhães.

O diretor técnico da instituição disse ainda à Lusa que “os colaboradores infetados têm vindo a ser substituídos”.

“Tem sido uma dificuldade, mas temos conseguido. Recorremos à Brigada de Intervenção Rápida da Segurança Social, que nos ajudou a assegurar quatro noites, até conseguirmos um número confortável, para que nada faltasse aos nossos utentes”, sublinhou.

Neste momento, o lar conta com um reforço de três colaboradores oriundos de uma agência de trabalho temporário e mais seis do centro de emprego, embora deste último grupo apenas quatro estão ao serviço, uma vez que, entretanto, dois testaram positivo.

Questionado sobre se o número de colaboradores seria suficiente, Nuno Magalhães disse que “neste momento existe um número confortável” de profissionais ao serviço, “o que não significa que não venham a ser necessários mais”.

Com capacidade para 50 utentes, o Lar Prof. Doutor José Vieira de Carvalho, da Misericórdia da Maia, tem estado a trabalhar em articulação com a autoridade de saúde local e em parceria com a Segurança Social e com uma clínica.

Portugal contabiliza pelo menos 2.635 mortos associados à covid-19 em 149.443 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

+ notícias: Norte

Enfermeiros reivindicam agendamento de uma data de reunião com o governo 

Os enfermeiros, reivindicam, durante a manhã desta terça-feira, no Porto, o agendamento de  uma data de reunião com o governo para a concretização de melhores condições de trabalho para os enfermeiros. Em declarações ao Porto Canal, José Carlos Martins, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, disse que "as principais reivindicações deste protesto vão desde o assunto da progressão das carreiras, melhores condições, e ainda o agendamento da reunião".

Responsáveis do Lar do Comércio em Matosinhos acusados por 67 crimes de maus-tratos

O Ministério Público (MP) imputou 67 crimes de maus-tratos, 17 deles agravados por resultarem em morte, a um ex-presidente e uma directora de serviços do Lar do Comércio, em Matosinhos.

Associação de Vila d'Este distribui cabazes alimentares aos mais carenciados em Vila Nova de Gaia

A Associação de Vila d'Este, em Vila Nova de Gaia, distribui cabazes alimentares aos mais carenciados, mais precisamente cerca de 600 pessoas e 116 agregados familiares. Em declarações ao Porto Canal, a voluntária, Júlia Ferraz, disse que "com a pandemia, o desemprego e as crianças em casa os agregados familiares duplicaram". 

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS