Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Ucrânia declara situação de emergência no país

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Kiev, 25 mar 2020 (Lusa) - A Ucrânia declarou hoje "situação de emergência" por um mês no seu território devido à disseminação do novo coronavírus, quando estão confirmados 113 casos de infeção no país.

Essa medida envolve essencialmente a extensão, até 24 de abril, do encerramento de escolas, espaços públicos e a maioria do comércio, inicialmente planeadas até o início do próximo mês, segundo um porta-voz do Governo à agência de notícias AFP.

Também permitirá o trabalho "reforçado" de estruturas responsáveis pelo combate à epidemia, segundo o Governo.

Ao contrário do estado de emergência, esta nova medida não precisará de ser validada pelo Parlamento e não limita as liberdades civis, nem autoriza a interferência do Estado na operação de empresas privadas.

"Estamos a estender a quarentena e a declarar uma emergência na Ucrânia" até 24 de abril, enfatizou o primeiro-ministro, Denys Chmygal, numa reunião do Governo.

A Ucrânia já encerrou jardins de infância, escolas e universidades, além de espaços públicos, incluindo restaurantes, centros comerciais e quase todo o comércio.

As viagens entre as cidades de autocarro, comboio e avião também foram proibidas e as três redes de metro do país pararam.

Em Kiev, o transporte público foi interrompido, exceto para médicos, polícias, equipas de resgate e outras profissões de importância "crítica".

Com cerca de 40 milhões de habitantes e localizada entre a União Europeia e a Rússia, a Ucrânia, cujo sistema de saúde é frágil, registou até agora 113 casos confirmados de coronavírus, incluindo quatro mortes.

As medidas do Governo foram criticadas por vários economistas, segundo os quais correm o risco de prejudicar a economia nacional, que mal emergiu da grave crise dos anos 2014-2015.

Por causa da crise da covid-19, o Produto Interno Bruto (PIB) pode cair pelo menos 5% este ano, admitiu na segunda-feira a chefe-adjunta da administração presidencial Ioulia Kovaliv, citada pelos media.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

CSR // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Militar cercado em Azovstal partilha fotografias do interior dos abrigos. Veja as imagens aqui

Um militar ucraniano do regimento Azov colocou à disposição do público uma seleção de fotografias tiradas no interior da fábrica de aço Azovstal, último reduto da resistência ucraniana na cidade portuária de Mariupol.

Putin ameaça com ataques "relâmpago" em caso de intromissão estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque "relâmpago" a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia, onde está há dois meses em curso uma guerra desencadeada pela invasão do exército russo.

Pelo menos nove civis mortos por bombardeamentos russos no leste e sul da Ucrânia

Pelo menos nove civis morreram hoje na sequência de bombardeamentos do exército russo no leste e sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades locais. De acordo com informações do governador da região de Lugansk (leste da Ucrânia), Sergey Gadai, três civis morreram debaixo de escombros de um prédio atingido por um bombardeamento na cidade de Popasna, para onde tinham fugido a fim de, segundo a mesma fonte, "se proteger de mísseis russos".

Um outro bombardeamento, que atingiu a cidade de Kharkiv (também no leste), a segunda maior da Ucrânia, matou três pessoas e deixou sete feridas, duas delas com gravidade, anunciou o governador regional, Oleg Synegoubov, apelando aos moradores para terem "muito cuidado e, se possível, não saírem dos abrigos".

Outros dois civis foram mortos e seis ficaram feridos na região de Donetsk, segundo o governador, Pavlo Kyrylenko.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras