Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Câmara de Vouzela disponibiliza equipamento de proteção a instituições

| País
Porto Canal com Lusa

Vouzela, Viseu, 25 mar 2020 (Lusa) -- A Câmara de Vouzela disponibilizou equipamento de proteção individual e outros materiais essenciais ao centro de saúde, GNR e outras instituições, para o combate à pandemia covid-19, anunciou hoje a autarquia.

"O município de Vouzela iniciou a distribuição de recursos, nomeadamente máscaras, luvas, batas descartáveis, fatos, cobre sapatos, desinfetante, óculos, oxímetros, viseiras, entre outros. Com esta medida, o município pretende suprimir algumas necessidades, para que as instituições possam continuar a assegurar estratégias e procedimentos que protejam e minimizem eventuais impactos nos profissionais, colaboradores e utentes", justifica a Câmara, num comunicado.

O documento explica ainda que a medida surge porque "as instituições que prestam cuidados e apoio às populações vulneráveis e de risco se encontram com problemas de rutura de stocks, nomeadamente ao nível dos materiais de proteção individual e outros equipamentos essenciais para o desenvolvimento das suas funções" no combate à pandemia covid-19.

Com a campanha "cuidar de quem cuida", o município equipou várias instituições no município, entre as quais o centro de saúde de Vouzela, ou a Guarda Nacional Republicana (GNR) local.

"Trata-se de um esforço financeiro considerável para a autarquia, mas, perante uma situação extrema como a que estamos a viver, torna-se imprescindível dar resposta às necessidades das instituições no processo de prevenção, contenção e combate à covid-19 na população do concelho de Vouzela", lê-se.

Na segunda-feira, a Câmara divulgou na página oficial do Facebook que havia "um caso confirmado de infeção por coronavírus de um elemento do corpo docente do Agrupamento de Escolas de Vouzela e Campia (Escola Secundária de Vouzela), não residente no concelho de Vouzela", e anunciou o encerramento da escola.

Com esta publicação, a autarquia pretendia "fazer um alerta público a toda a comunidade educativa (professores, funcionários, alunos, encarregados de educação e famílias) para que sigam as recomendações na informação / comunicado e que estejam atentas a eventuais contactos para medidas especiais de vigilância ativa".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

 

Em Portugal, há 43 mortes, mais 10 do que na véspera.

 

IYN // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Pelo menos três mortos em acidente com autocarro na A1

 Pelo menos três pessoas morreram, quatro ficaram feridas com gravidade e 26 com ferimentos ligeiros no acidente com um autocarro que se despistou esta manhã na A1, na zona da Mealhada, a caminho de Fátima, informou a Proteção Civil.

Atualizado 21-05-2022 12:17

Portugal com 23 casos confirmados de infeção pelo vírus 'monkeypox'

Mais nove casos de infeção pelo vírus 'monkeypox' foram confirmados em Portugal, totalizando 23, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS), que aguarda resultados relativamente a outras amostras.

Serviços mínimos não estão garantidos e há ambulâncias do INEM paradas

Mais de uma dezena de ambulâncias do INEM estão paradas devido à greve da Função Pública, segundo o Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar, que revelou que o instituto não nomeou os elementos para garantir serviços mínimos, tarefa que o INEM diz não ser necessária.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras