Info

Covid-19: Câmara de Lisboa reforça fundo de emergência e lança linha de apoio de 25ME

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 25 mar 2020 (Lusa) - A Câmara de Lisboa vai reforçar o fundo de emergência social dirigido às famílias e criar uma linha de apoio relativa a todos os bens, serviços e equipamentos necessários às instituições, no valor de 25 milhões de euros.

Estes apoios foram anunciados hoje de manhã pelo presidente da autarquia, Fernando Medina (PS), e integram o conjunto de medidas adicionais para apoiar o rendimento das famílias e das empresas, aprovadas na terça-feira pelo executivo municipal para fazer face à pandemia de covid-19.

"Iremos reforçar o fundo de emergência social dirigido às famílias e às instituições sociais", explicou o autarca, acrescentando que será também criada "uma linha específica de apoio de todos os bens, serviços e equipamentos que se tornem necessários nesta situação de emergência às diversas instituições da cidade", no valor de 25 milhões de euros.

 

 VAM // MLS

 Lusa/Fim

+ notícias: País

Portugal em "condições de avançar" para terceira fase do desconfinamento

O primeiro-ministro anunciou hoje que o país está "em condições de avançar" para a terceira e última fase do desconfinamento e adiantou que, na próxima semana, deverá ser atingida a meta de 85% da população com a vacinação completa.

Bares e discotecas podem reabrir a partir de 01 de outubro

Os espaços de diversão noturna, encerrados desde março de 2020 devido à pandemia de covid-19, podem reabrir a partir de 01 de outubro, para clientes com certificado digital, anunciou hoje o primeiro-ministro.

Cinco mortes, 885 novas infeções e menos internamentos nas últimas 24 horas

Portugal registou nas últimas 24 horas cinco mortes atribuídas à covid-19, 885 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e uma redução nos internamentos em enfermaria e nos cuidados intensivos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS