Info

Enfermeiros fazem mais seis dias de greve em outubro se Governo não ceder

| País
Porto Canal com Lusa

Os sindicatos dos enfermeiros dão ao Governo até 04 de outubro para responder às suas reivindicações ou avançarão para mais seis dias de greve durante as três primeiras semanas do mês, afirmou esta segunda-feira a porta-voz das quatro estruturas.

Atualizado 22-09-2018 12:34

No balanço de dois dias de greve nacional que terminaram com "80,4% de adesão nos quatro turnos" abrangidos pela paralisação, Guadalupe Simões, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), afirmou que além dos seis dias de greve, os enfermeiros poderão avançar também para uma manifestação.

A próxima reunião entre governo e sindicatos é no dia 04 de outubro e, até lá, os enfermeiros esperam "uma nova proposta, como uma evolução de posição que vá ao encontro das reivindicações".

Caso não se concretize, os enfermeiros voltam a estar em greve nos dias 10, 11, 16, 17, 18 e 19 de outubro.

"Queremos uma proposta que esteja de acordo com o compromisso [assumido pelo governo] no processo negocial do ano passado, a valorização e dignificação da carreira, valorização de remunerações e valorização de especialistas e enfermeiros chefes".

 

+ notícias: País

Vinte e quatro municípios não têm o plano municipal de combate aos fogos atualizado

Vinte e quatro municípios não têm o plano municipal de combate aos fogos atualizado. Entre eles estão o Porto e S. João da Madeira. O Ministro da Administração Interna admite coimas.

Autarquia de Viseu diz que solução encontrada para os doentes oncológicos não pode ser definitiva

O Centro Hospitalar Tondela-Viseu vai receber um reforço de médicos de Coimbra e Vila Real, para que os doentes oncológicos não sejam deslocados. Uma solução que resolve o problema no imediato mas autarquia e doentes dizem que não pode ser definitiva.

Aeródromo de Viseu vai ter centro de formação Aeronáutico

Depois de assinado um protocolo de colaboração com a autarquia de Viseu, o Instituto de Formação Aeronáutica vai instalar um centro de formação no aeródromo municipal para formar pilotos comerciais e também assistentes de cabine e técnicos de manutenção. A nova escola vem reforçar o investimento que está a ser feito na infraestrutura e apoiar o projeto de crescimento deste aerodromo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.