Jornal Diário Jornal das 13

Bruxelas lança consulta pública para fixar pescas para 2019

| Economia
Porto Canal com Lusa

Bruxelas, 11 jun (Lusa) -- A Comissão Europeia lançou hoje uma consulta pública através da internet sobre a fixação das oportunidades de pesca para o próximo ano, quando a obrigação de desembarque de todo o peixe capturado entra totalmente em vigor.

"Muitos dos nossos 'stocks' (unidades populacionais) estão a regressar a níveis sustentáveis e 2019 será um ano crucial para atingirmos os nossos objetivos comuns", disse, em comunicado o comissário europeu para as Pescas, Karmenu Vella.

Para tal, salientou, todos os interessados têm que colaborar para que se mantenham altas as ambições para os oceanos, apelando à participação de pescadores, indústria, sociedade civil e autoridades nacionais na consulta.

A Comissão Europeia tem como objetivo chegar-se a um rendimento máximo sustentável (MSY, na sigla inglesa) das unidades populacionais até 2020.

Segundo Bruxelas, nas águas do norte e ocidentais tem havido progressos significativos no sentido da sustentabilidade das pescas, tendo os níveis de biomassa subido em média 39% de 2003 para 2016.

Em 2019, entra totalmente em vigor a obrigação de desembarque de todas as capturas, que a Comissão Europeia considera uma decisão chave no sentido da sustentabilidade.

IG // ATR

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Não param de aumentar os registos de alojamento local

Tem aumentado exponencialmente o número de registos de alojamento local em Portugal. Os proprietários estão a aproveitar enquanto a nova lei não entra em vigor. Com as novas regras, as autarquias passam a ter mais poderes e podem inclusive criar zonas nas cidades sem este tipo de alojamento.

Menos turistas estrangeiros reduzem dormidas nos hotéis em 2,9% em junho

As dormidas na hotelaria diminuíram 2,9% em junho em termos homólogos, devido sobretudo aos turistas estrangeiros que pernoitaram menos 5,1% nos hotéis portugueses nesse mês, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Portugal ascende ao 2º lugar dos países que mais fundos recebem de Bruxelas

Portugal recebeu, em três anos, 5,7 mil milhões de euros da Comissão Europeia, ascendendo ao segundo lugar entre os Estados-membros que mais fundos comunitários receberam até junho, segundo dados revelados por Bruxelas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...