Jornal Diário Jornal das 13

Acidente interrompe circulação do Metro do Porto entre estações de Gondomar

| Norte
Porto Canal com Lusa

A circulação do metro do Porto na Linha de Gondomar encontra-se cortada entre as estações de Campainha e Levada devido a um acidente ocorrido pelas 07:28, que não provocou feridos, disse o presidente da Câmara local.

Em declarações à Lusa, Marco Martins afirmou que o acidente ocorreu na rua da Lourinha, em Rio Tinto, quando um veículo ligeiro desrespeitou um sinal vermelho, embatendo numa composição do metro, que circulava no sentido Fânzeres (Gondomar)/Matosinhos.

“Devido ao impacto do embate, a composição descarrilou e ocupa as duas vias”, disse, acrescentando que se encontra no local uma equipa da EMEF [Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário] a proceder à remoção do veículo, o que se deverá prolongar até cerca das 11:00.

Contactada pela Lusa, fonte da Metro do Porto afirmou que o veículo embateu no conjunto de rodas da composição, provocando assim o descarrilamento.

“Foi pedida à Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) um reforço do serviço naquela zona”, acrescentou a fonte.

O autarca de Gondomar disse ainda que o transbordo está a ser feito a pé pelos passageiros, num percurso de cerca de 1,5 quilómetros entre as duas estações.

De acordo com a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, no local encontram-se sete elementos, apoiados por dois “recursos técnicos terrestres”.

+ notícias: Norte

"Escaravelho" do castanheiro ameaça produção de castanha em freguesia de Valpaços

Os produtores de castanha continuam preocupados com as pragas nos castanheiros. Na zona de Carrazedo de Montenegro, em Valpaços, que é conhecida como a capital da castanha judia, as atenções centram-se numa praga conhecida como "escaravelho" do castanheiro que seca a árvore e destrói a produção.

Escolas do Norte do país encerradas devido a falta de funcionários

Uma escola em Braga e outra na Póvoa de Varzim não abriram, esta segunda-feira, devido a falta de funcionários. A carência de auxiliares é um dos problemas que está a marcar o arranque do ano letivo, bem como os protestos dos professores e pelos atrasos na entrega dos manuais escolares.

STCP já tem 26 autocarros movidos a gás natural e 100% elétricos

A STCP (Sociedade de Transportes Colectivos do Porto) dispõe já de 26 autocarros verdes movidos a gás natural e 100% elétricos. Um serviço mais eficiente, em termos económicos e ambientais, e que se pretende aumentar até 2020.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.