Jornal Diário Jornal das 13

FC Porto em basquetebol perde frente ao Bnei Herzliya por 85-83 mas avança na fase de grupos da FIBA

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

O FC Porto perdeu esta quarta-feira frente ao Bnei Herzliya (85-83), no Dragão Caixa, mas reservou um lugar na fase de grupos da Taça da Europa da FIBA.

O triunfo por três pontos em Israel (68-65) acabou por ser decisivo e permitiu aos Dragões entrar diretamente no Grupo C, no qual também estarão Kapfenberg Bulls (Áustria), Kataja Basket (Finlândia) e Mornar Bar (Montenegro).

Os azuis e brancos protagonizaram uma boa entrada em jogo e desde cedo demonstraram estar dispostos a lutar pela eliminatória até ao último segundo, mas o Bnei Herzliya foi mais eficaz no primeiro período (24-21). As coisas mudaram radicalmente de figura nos segundos fez minutos e o FC Porto estabeleceram um parcial de 25-15, recolhendo aos balneários com sete pontos de vantagem sobre os israelitas e excelentes percentagens de lançamento (46-39).

Era de esperar que o Bnei Herzliya reentrasse forte após o intervalo e foi precisamente isso que aconteceu: foram os israelitas a chegar na frente ao quarto e decisivo período (66-63). Os últimos dez minutos foram verdadeiramente eletrizantes e de incerteza até ao fim, mas não tiraram o FC Porto da fase de grupos, pese embora a vitória israelita (85-83). Por tudo o que fizeram no cômputo geral da eliminatória, seria uma tremenda injustiça os Dragões não continuarem em prova.

“Perdemos, mas estou muito contente pois fomos melhores ao longo dos 40 minutos. No lance final, eles foram inteligentes e evitaram o prolongamento. A equipa trabalhou e jogou bem frente a um adversário de grande nível. É bom mantermo-nos na Europa e estou feliz por nos termos apurado diretamente. Quando jogamos com ambição, jogamos bem. Não estávamos na nossa máxima força, mas a equipa deu uma excelente resposta e isso dá ainda mais valor ao que fizemos”, afirmou Moncho López no final da partida, em declarações ao Porto Canal.

+ notícias: FC Porto

Atletas da W52-FC Porto orgulhosos pela vitória na 80ª Volta a Portugal

No final da 80ª Volta a Portugal os ciclistas da W52-FC Porto mostraram-se orgulhosos pela vitória da equipa e de Raúl Alarcón.

"O nosso Raúl Alarcón demonstrou diversas vezes que era o mais forte do pelotão"

Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto, afirma que a W52-FC Porto foi "desde o princípio a equipa candidata número um" e que "Raúl Alarcón demonstrou diversas vezes que era o mais forte do pelotão". Diz ainda que "para quem duvidava que a equipa estava forte" a vitória por equipas e individual dos azuis e brancos revelou uma "demonstração de grande valor que a equipa continua a ter".

Raúl Alarcón conquista segundo triunfo consecutivo ao vencer 80ª Volta a Portugal

O ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) conquistou este domingo a segunda Volta a Portugal, ao ser terceiro na 10ª e última etapa, um contrarrelógio em Fafe, ganho pelo espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano).

Atualizado 12-08-2018 19:29

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...