Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

CGD: Costa defende autonomia de gestão da administração no plano de reestruturação

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 20 mar (Lusa) - O primeiro-ministro defendeu hoje que o plano de reestruturação da CGD prevê a presença do banco público em todo o país e salientou que o Governo não se substituirá à administração, colocando em causa a liberdade de gestão.

António Costa falava aos jornalistas após ter estado reunido cerca de duas horas com representantes das ordens profissionais, depois de questionado sobre a contestação existente ao plano de reestruturação da Caixa Geral de Depósitos (CGD), o qual prevê o encerramento de 180 balcões até 2020.

"O plano de reestruturação da CGD garante a presença da Caixa em todo o país, em todos os concelhos. Mas, o Estado ser acionista da Caixa não significa que o Governo se deva meter na vida do dia-a-dia da CGD. Temos uma administração que deve exercer as suas funções com independência, com autonomia - e o Governo tem toda a confiança na Caixa para assegurar a boa gestão", respondeu o primeiro-ministro.

PMF // VAM

Lusa/fim

+ notícias: Política

Passos Coelho diz que défice não é "o mais baixo" da história da democracia

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, afirmou este sábado estar "satisfeito" com a possibilidade de Portugal sair do Procedimento por Défice Excessivo, mas recusou que este seja o valor "mais baixo em democracia", como defendeu o Governo.

Marcelo Rebelo de Sousa afirma que a Europa "tem de acreditar mais em si própria"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou este sábado que a Europa "tem de acreditar mais em si própria", pondo-se "ao ataque" em vez de ficar "cheia de medo" que cada eleição marque a "implosão europeia".

António Costa espera que "renovação de votos" se traduza em "respostas concretas"

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou este sábado ter "muito esperança e confiança" em que a "renovação de votos" feita esta manhã pelos líderes da União Europeia em Roma, por ocasião dos 60 anos do projeto europeu, se traduza em "respostas concretas".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Imperdíveis

Casa Ermelinda Freitas em Águas...

Nota Alta

"Eu ainda não senti a...