Info

Prémio Pessoa: Frederico Lourenço ofereceu os grandes clássicos à língua portuguesa

| País
Porto Canal com Lusa

Sintra, 09 dez (Lusa) - O júri do Prémio Pessoa 2016 sublinhou hoje, em Sintra, que a atividade do escritor e filólogo Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

Na conferência de imprensa do anúncio do galardoado desta 30.ª edição, no Palácio de Seteais, em Sintra, o presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão, expôs as razões que levaram à escolha do académico de 53 anos, cuja obra também está ligada à música, à poesia e ao teatro.

O galardoado "constitui um exemplo de disciplina, capacidade de trabalho e lucidez intelectual no elevado plano dos estudos clássicos e humanísticos, parte fundamental da vida cultural e científica dos países desenvolvidos", salientou o presidente do júri, sobre a escolha.

Nos últimos vinte anos, Frederico Lourenço traduziu a "Ilíada" e a "Odisseia", de Homero, bem como duas tragédias de Eurípedes, "Hipólito" e "Íon".

AG // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: País

Incêndio em Cinfães provocou seis desalojados

Seis pessoas ficaram hoje desalojadas na sequência de um incêndio que deflagrou numa carpintaria na localidade de Souselo, concelho de Cinfães, e que destruiu parcialmente uma habitação contígua, disse fonte da proteção civil.

Juiz benfiquista vai continuar no caso dos 'emails'

O juíz que pediu escusa do processo dos 'emails' por assumir ser benfiquista vai continuar no caso. Tudo porque o presidente do Tribunal da Relação do Porto não aceitou o pedido de escusa do juiz Eduardo Rodrigues Pires por considerar que o facto de o magistrado ser adepto e sócio bem como acionista do Benfica não interfere com a isenção e imparcialidade da função que exerce.

Diretor da private banking do EuroBic encontrado morto em casa em Lisboa

O diretor da private banking do EuroBic e gestor da conta da Sonangol, Nuno Ribeiro da Cunha, foi encontrado morto na quarta-feira à noite na casa onde residia no Restelo, em Lisboa, disse hoje à Lusa fonte da PSP.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.