Morreu mulher que recebeu transplante de rim de porco

Morreu mulher que recebeu transplante de rim de porco
| Mundo
Porto Canal/Agências

A mulher que recebeu um transplante de rim de porco em abril, num hospital de Nova Iorque, nos EUA, e 47 dias depois teve de retirar o órgão, morreu, informou terça-feira o cirurgião.

Lisa Pisano, de 54 anos, tornou-se a segunda pessoa a receber um transplante de um rim de porco geneticamente modificado, para aumentar a compatibilidade entre o enxerto do animal e o recetor humano.

A mulher, de Nova Jérsia, foi também a primeira a receber um transplante de coração e uma bomba cardíaca, porque sofria de insuficiência renal e cardíaca, mas menos de dois meses após a cirurgia o novo rim teve de ser removido por ter sido afetado por um fluxo sanguíneo irregular relacionado com o ‘pacemaker’, obrigando-a a regressar à diálise.

"As contribuições de Lisa para a medicina, a cirurgia e os xenotransplantes (utilização de órgãos de outras espécies) não podem ser subestimadas. A sua coragem deu esperança a milhares de pessoas que vivem com insuficiência renal ou cardíaca em fase terminal e que poderão em breve beneficiar de um fornecimento alternativo de órgãos", sublinhou o médico que a operou, Robert Montgomery.

A primeira pessoa a receber um rim de um porco geneticamente modificado foi Richard Slayman, de 62 anos, em março, no Massachusetts, mas morreu dois meses depois.

Os rins são um dos órgãos mais procurados nas unidades de transplante dos Estados Unidos, onde cerca de 800 mil pessoas precisam de um órgão.

+ notícias: Mundo

Biden protagoniza mais um momento insólito e chama Putin a Zelensky

O Presidente norte-americano, Joe Biden, que se encontra sob pressão para retirar a sua candidatura à Casa Branca, anunciou hoje o "Presidente Putin" ao apresentar o homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, no palco da Cimeira da NATO em Washington.

Ex-membro da máfia de Nova Iorque escreve livro dirigido a empresários

Lisboa, 06 mai (Lusa) -- Louis Ferrante, ex-membro do clã Gambino de Nova Iorque, disse à Lusa que o sistema bancário é violento e que escreveu um livro para "aconselhar" os empresários a "aprenderem com a máfia" a fazerem negócios mais eficazes.

Secretário-geral das Nações Unidas visita Moçambique de 20 a 22 de maio

Maputo, 06 mai (Lusa) - O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, vai visitar Moçambique de 20 a 22 de maio, a primeira ao país desde que assumiu o cargo, em 2007, anunciou o representante do PNUD em Moçambique, Matthias Naab.