Sérgio Conceição: "Vamos lutar até ao último segundo do último jogo"

Sérgio Conceição: "Vamos lutar até ao último segundo do último jogo"
| Desporto
Porto Canal

A mensagem é clara: frente ao Estrela da Amadora, o FC Porto vai “fazer o máximo pelos três pontos”, como em todos os jogos até aqui. Na 22.ª jornada da Liga (sábado, 20h30, Sport TV), os Dragões terão pela frente “a equipa em que houve mais entradas” no mercado de inverno, que “em termos de dinâmica não mudou muito os seus princípios, mas tem jogadores com características diferentes e pode ter alguma nuance diferente”. “As coisas estão mais difíceis” após os resultados menos conseguidos nos últimos dois jogos, “mas não é impossível” a equipa chegar ao título. “Ninguém atira a toalha ao chão, ninguém desiste”. “Dar luta até ao fim” é obrigatório, frisou o treinador.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

O último encontro, em Arouca, “foi o jogo com mais alta intensidade” que a equipa teve, de acordo com o técnico, que assumiu que faltou “discernimento com bola” e que garantiu que nesta instituição perder “não serve, nunca serviu”. Sobre a hipotética crise criada pela comunicação social, foi claro: “Crise é corrupção desportiva, ordenados em atraso e violência. Vamos lutar até ao último segundo do último jogo, ninguém duvide disso. Até ao momento, na época, só o Braga ganhou um título este ano. No final faremos as contas. Estamos aqui para lutar".

Questionado insistentemente sobre a situação contratual de Mehdi Taremi, Conceição começou por reforçar que “aqui não basta ter contrato, há que sentir o clube” e garantir que “o Taremi respeita o clube”. “Não há ninguém que sente mais o clube e se eu sentisse que algum jogador não estava comprometido - até se poderia chamar Maradona -, não estava comigo. Não emprenho pelo ouvidos porque amo o FC Porto, não falo mal gratuitamente do FC Porto”, disse perentoriamente sobre o ponta de lança, que está no top-3 de maiores goleadores do clube, “à frente do Hulk com menos jogos”, por exemplo.

O que é certo é que o camisola nove “não joga de início” frente ao Estrela, uma certeza que passa a dúvida quando o tema é Alan Varela: “Tem um problema nos gémeos, vamos ver”. A equipa vai pisar o relvado do Estádio do Dragão com a vontade de dar uma boa resposta “com o apoio de toda a gente”, até porque os adeptos “sabem que a equipa é jovem, que se dedica muito ao trabalho, já fez coisas boas e menos boas esta época”. “Precisamos de apoio para aos 97, 98 minutos - não avanço mais números antes que venha um processo - que sejam essa mais-valia. Isso para nós é que é importante. É um grupo jovem, mas que quer muito vencer”, apelou o líder de um plantel em que “não há desnorte nenhum, há trabalho”.

+ notícias: Desporto

Sérgio Conceição: “Temos que beber da motivação dos adeptos”

Sérgio Conceição projeta a final da Taça de Portugal (domingo, 17h15).

FC Porto: Nação azul e branca está de volta para pintar o Jamor

Fanzone no Estádio Nacional arranca pelas 10h30.

Wendell: “É o jogo mais importante do ano”

Wendell e Evanilson apontaram à conquista da Taça de Portugal na antevisão à final (domingo, 17h15).