Taiwan deteta cinco balões de observação chineses a sobrevoar a ilha

Taiwan deteta cinco balões de observação chineses a sobrevoar a ilha
| Mundo
Porto Canal / Agências

Oito balões de observação chineses cruzaram a linha mediana do Estreito de Taiwan pelo segundo dia consecutivo, cinco dos quais sobrevoaram a ilha, informaram hoje fontes oficiais.

Num relatório, o Ministério da Defesa taiwanês apontou que os cinco balões sobrevoaram as regiões norte e centro da ilha.

Destes cinco balões - um número recorde para um dia - três atravessaram a ilha de costa a costa, continuou o ministério.

 

As autoridades de Taipé comunicaram também no sábado a deteção de oito balões de observação chineses no espaço aéreo, notando que dois deles sobrevoaram a ilha.

Taiwan anunciou pela primeira vez a presença de um balão chinês nas imediações da ilha a 08 de dezembro. Desde então, detetou 84 balões nas proximidades, 25 dos quais sobrevoaram o território.

A preocupação com os balões chineses remonta a janeiro do ano passado, quando um destes aparelhos foi avistado sobre território dos Estados Unidos e provocou o cancelamento da viagem do secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, à China.

Pequim, que considera Taiwan parte integrante de território chinês, intensificou nos últimos anos a pressão militar e política, enviando também um número sem precedentes de caças e navios de guerra para a ilha.

+ notícias: Mundo

Edifício de 14 andares consumido pelas chamas em Valência

Um edifício residencial de 14 andares foi consumido pelas chamas depois de um incêndio ter deflagrado na estrutura durante a tarde desta quinta-feira, por volta das 17h30 locais (16h30 em Portugal).

Devastador incêndio em prédio em Valência provoca pelo menos quatro mortos

Cerca de 450 vizinhos, divididos em 138 apartamentos, num edifício de 14 andares, foram esta quinta-feira afetados por um incêndio de enormes proporções no bairro de Campanar, em Valência, Espanha. O incidente terá provocado pelo menos quatro mortos e 14 feridos. 

Ex-membro da máfia de Nova Iorque escreve livro dirigido a empresários

Lisboa, 06 mai (Lusa) -- Louis Ferrante, ex-membro do clã Gambino de Nova Iorque, disse à Lusa que o sistema bancário é violento e que escreveu um livro para "aconselhar" os empresários a "aprenderem com a máfia" a fazerem negócios mais eficazes.