Trump promete "operação de deportação" maciça de migrantes caso vença eleições

Trump promete "operação de deportação" maciça de migrantes caso vença eleições
| Mundo
Porto Canal / Agências

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump saudou a rejeição do projeto de lei para a imigração, afirmando que, se for eleito, vai conduzir uma "operação de deportação" maciça.

"Não esqueçamos que esta semana também obtivemos uma grande vitória que todos os conservadores devem celebrar. Esmagámos o plano desastroso de fronteiras abertas do vigarista Joe Biden", afirmou no sábado numa reunião no estado da Carolina do Sul.

"Todo o grupo fez um ótimo trabalho no Congresso. Esmagámo-lo", acrescentou.

Trump usou toda a influência junto dos membros republicanos do Congresso para bloquear o texto, privando o Presidente do país, Joe Biden, de um êxito na sensível questão da imigração, escreveu a agência de notícias France-Presse (AFP).

O ex-Presidente norte-americano, que durante a primeira campanha vitoriosa à Casa Branca prometeu construir um muro entre os EUA e o México, garantiu que a deportação de migrantes será uma das prioridades caso volte a liderar o país.

"A partir do primeiro dia, vou pôr fim a todas as políticas de fronteiras abertas da administração Biden e vamos lançar a maior operação de deportação da história dos Estados Unidos. Não temos escolha", afirmou.

Além da reforma da imigração, o acordo que foi bloqueado no Congresso na quarta-feira incluía um pacote de ajuda adicional à Ucrânia e a Israel.

+ notícias: Mundo

Edifício de 14 andares consumido pelas chamas em Valência

Um edifício residencial de 14 andares foi consumido pelas chamas depois de um incêndio ter deflagrado na estrutura durante a tarde desta quinta-feira, por volta das 17h30 locais (16h30 em Portugal).

Devastador incêndio em prédio em Valência provoca pelo menos quatro mortos

Cerca de 450 vizinhos, divididos em 138 apartamentos, num edifício de 14 andares, foram esta quinta-feira afetados por um incêndio de enormes proporções no bairro de Campanar, em Valência, Espanha. O incidente terá provocado pelo menos quatro mortos e 14 feridos. 

Ex-membro da máfia de Nova Iorque escreve livro dirigido a empresários

Lisboa, 06 mai (Lusa) -- Louis Ferrante, ex-membro do clã Gambino de Nova Iorque, disse à Lusa que o sistema bancário é violento e que escreveu um livro para "aconselhar" os empresários a "aprenderem com a máfia" a fazerem negócios mais eficazes.