Rui Rocha falha jantar e IL envia representante. Movimento Independente de olhos postos no pós-Moreira

Rui Rocha falha jantar e IL envia representante. Movimento Independente de olhos postos no pós-Moreira
| Porto
Henrique Ferreira

A associação “Porto, O Nosso Movimento” celebra, esta quinta-feira, os 10 anos da governação de Rui Moreira na Câmara Municipal do Porto. O jantar comemorativo, que terá o discurso do autarca como um dos pontos altos, fica, no entanto, marcado por algumas ausências, que podem ajudar a antever o futuro político da cidade, numa altura em que já se aquecem os motores para as Eleições Autárquicas de 2025.

A separação quase certa entre o movimento de Rui Moreira e a Iniciativa Liberal vai fazer-se sentir nas comemorações. O Porto Canal sabe que Rui Rocha, presidente do partido, foi convidado para o evento, mas estará ausente e enviará um representante.

De recordar que, nas últimas autárquicas, a Iniciativa Liberal apoiou a candidatura de Moreira, através de um acordo pré-eleitoral, tendo conseguido eleger como vereador, nas listas de Moreira, um militante. A Ricardo Valente foram entregues o Pelouros das Finanças, Atividades Económicas e Fiscalização e o Pelouro da Economia, Emprego e Empreendedorismo.

A ausência de Rui Rocha foi confirmada ao Porto Canal pela assessoria do partido. Segundo os liberais, Rocha não recusou o convite, mas não consegue comparecer ao jantar por motivos de agenda.

A Direção Nacional da Iniciativa Liberal vai ser representada nas celebrações dos 10 anos de governação de Rui Moreira por Tiago Oliveira Martins, tesoureiro do partido.

Também Ricardo Valente não vai estar presente no jantar, sabe o Porto Canal. Apesar de continuar como vereador na Câmara Municipal do Porto, o liberal abandonou o movimento de Rui Moreira, em novembro de 2022, alegando falta de apoio na sequência de uma reportagem emitida pela SIC em que era visado.

O vereador Fernando Paulo, que também deixou recentemente o movimento de Rui Moreira, será outra das ausências. Na altura da demissão, o vereador da Educação e Coesão Social justiçava a saída com muitas críticas à liderança de Filipe Araújo, apesar de deixar elogios ao atual presidente da câmara.

A rutura entre os independentes e a Iniciativa Liberal já tem vários meses. No final do ano passado, fontes ouvidas pelo Porto Canal, garantiam existir um “mau estar” latente entre os dois “partidos”. Na altura a tensão política resultou na demissão da liberal Fátima Ferreira da Silva, que exercia o cargo de vice-presidente da bancada municipal do movimento de Rui Moreira.

Entretanto, em maio deste ano, Albino Ramos, coordenador distrital da Iniciativa Liberal, garantia, em entrevista ao Jornal de Notícias, que o partido quer ir a votos sozinho nas próximas Eleições Autárquicas, que acontecem em 2025.

Para Albino Ramos, sem Rui Moreira, o movimento independente estará condenado ao fracasso e acabará por desparecer.

CDS-PP E PSD vão marcar presença

Ao contrário da Iniciativa Liberal, o outro partido que apoiou a candidatura de Rui Moreira nas Autárquicas de 2021 vai estar representado no jantar de comemoração pelo seu líder máximo. Ao que o Porto Canal conseguiu apurar, Nuno Melo, presidente do CDS-PP, vem diretamente de Bruxelas, onde exerce o cargo de eurodeputado, para soprar as velas com o presidente da Câmara do Porto.

Já o PSD, com quem Rui Moreira estabeleceu um acordo de governação pós-eleitoral, deverá estar representado, pelo menos, por Alberto Machado, vereador na Câmara do Porto e nomeado, em junho de 2022, diretor da STCP serviços.

Jantar é teste à capacidade de mobilização?

O jantar, que decorre na noite desta quinta-feira na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, é visto como um teste às bases independentes e à capacidade de mobilização da ‘estrutura’ do movimento.

Filipe Araújo ainda não o anunciou publicamente, mas a hipótese de suceder Moreira como candidato independente à Câmara é um dado adquirido no movimento. Ao Jornal de Notícias, Araújo declarou, aliás, que em 2025 o movimento vai apresentar-se a votos com lista própria, sem integrar nela nenhum partido.

O ‘peso’ e a sombra de Moreira

Num outro trabalho publicado pelo Porto Canal, fontes do movimento não duvidavam da capacidade política de Filipe Araújo, mas garantiam que este vai sofrer com comparações a Rui Moreira, quando os dois “não são comparáveis”. Para um quadro do movimento o melhor é mesmo não entrar em comparações, “se não aí está tudo perdido”.

E vão ainda mais longe: Moreira tem um carisma e uma forma de estar na política muito próprios, que, dizem, dificilmente conseguirão ser alcançados por outro candidato – seja ele um independente ou eleito por outro partido, como o PS ou PSD.

+ notícias: Porto

Restaurante Antiqvvm no Porto ganha segunda estrela Michelin

O restaurante Antiqvvum no Porto ganhou este terça-feira a segunda estrela do guia Michelin, enquanto quatro estabelecimentos conquistaram uma estrela, anunciou a publicação, numa cerimónia exclusivamente dedicada a Portugal, em Albufeira.

Câmara do Porto volta a lançar concurso para reabilitação do Jardim da Cordoaria

A Go Porto publicou esta terça-feira o concurso público para a empreitada de reabilitação do Jardim da Cordoaria, no Porto, pelo valor de 528 mil euros. Esta obra já tinha sido alvo de um concurso publicado em março do ano passado.

“O centralismo é evidente. Não há forma de esconder”. Portugueses querem a regionalização

Seja no que diz respeito ao aproveitamento de fundos europeus ou na ideia de uma maior autonomia, a maioria dos portugueses parece estar a favor da regionalização, como mostra uma sondagem da associação SEDES e a auscultação de alguns portuenses pelo Porto Canal.