Lufthansa manifesta interesse em comprar parte do capital da TAP

Lufthansa manifesta interesse em comprar parte do capital da TAP
| País
Porto Canal/Agências

A companhia aérea alemã Lufthansa manifestou interesse em comprar parte do capital da TAP, cuja privatização de, pelo menos, 51% foi esta quinta-feira confirmada.

“O plano de venda de uma participação na portuguesa TAP é interessante para nós”, defendeu a Lufthansa, numa nota enviada à Agência France Presse (AFP).

A empresa garantiu que as duas companhias podem complementar-se “muito bem, nomeadamente graças à rede de rotas da TAP de e para a América do Sul”.

O Governo anunciou a intenção de alienar pelo menos 51% do capital da TAP, reservando até 5% aos trabalhadores, adiantou o ministro das Finanças, Fernando Medina, no final do Conselho de Ministros.

"Esta é a percentagem mínima" da alienação, destacou.

O governante, que deu conta da aprovação de um diploma neste sentido, indicou que o executivo procura um "investidor de escala" no setor aéreo no contexto da reprivatização da TAP, que voltou à esfera do Estado durante a pandemia.

Na semana passada, no parlamento, o primeiro-ministro, António Costa, colocou a hipótese, entre diferentes cenários, de se privatizar a totalidade do capital da TAP, apesar de indicar que o montante ainda não tinha sido definido e que irá depender do parceiro escolhido.

Medina garantiu ainda que o vencedor da privatização da TAP não será “simplesmente” o que apresentar a proposta de maior valor, mas sim a melhor a servir o país e a economia nacional.

+ notícias: País

Mais de 200.000 eleitores podem já votar este domingo 

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, é um dos mais de 200 mil eleitores que se inscreveram para o voto antecipado, este domingo, uma semana antes do dia das legislativas.

Segundo satélite português lançado para o espaço esta segunda-feira

O segundo satélite português vai ser lançado para o espaço na segunda-feira, a partir dos Estados Unidos, para observar os oceanos durante três anos.

Marcelo vota antecipadamente e pede que se pondere voto eletrónico

O Presidente da República apelou aos portugueses para que votem este domingo e no dia 10, evitando a tendência de aumento de abstenção que se verifica noutros países, e pediu que se ponderasse sobre o voto eletrónico.