UE autoriza comercialização de nova versão da vacina da Moderna

UE autoriza comercialização de nova versão da vacina da Moderna
Lusa
| Mundo
Porto Canal/Agências

A Comissão Europeia autorizou esta sexta-feira a comercialização de uma nova adaptação, a terceira, da vacina Spikevax contra a covid-19, da farmacêutica Moderna.

A Spikevax XBB.1.5 responde às novas variantes da covid-19 e poderá ser usada na próxima campanha outono-inverno de vacinação contra a covid-19, que está prestes a arrancar nos Estados-membros.

A autorização de comercialização foi concedida no âmbito de um procedimento acelerado, após a Agência Europeia de Medicamentos ter dado uma avaliação positiva.

Em Portugal, a vacinação terá início em 29 de setembro e decorrerá em simultâneo nas farmácias comunitárias, para as pessoas com 60 ou mais anos, e nos estabelecimentos de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS), para as pessoas com menos de 60 anos e com doenças de risco.

Em 07 de setembro, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC, na sigla inglesa) alertou para o recente aumento da transmissão do vírus da covid-19 na União Europeia e no Espaço Económico Europeu (UE/EEE).

“Nas últimas semanas, os sinais de transmissão do SARS-CoV-2 aumentaram em relação aos níveis anteriormente muito baixos na UE/EEE”, adiantou a agência europeia, em comunicado.

A covid-19 é uma doença respiratória pandémica causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, um tipo de vírus detetado em finais de 2019 na China e que assumiu várias variantes e subvariantes, umas mais contagiosas do que outras.

+ notícias: Mundo

Líderes do G7 condenam unanimemente "ataque sem precedentes" do Irão a Israel

Os líderes do G7, o grupo dos países mais ricos do mundo, “condenaram unanimemente o ataque sem precedentes do Irão a Israel”, afirmou este domingo o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, no final da reunião.

Ex-membro da máfia de Nova Iorque escreve livro dirigido a empresários

Lisboa, 06 mai (Lusa) -- Louis Ferrante, ex-membro do clã Gambino de Nova Iorque, disse à Lusa que o sistema bancário é violento e que escreveu um livro para "aconselhar" os empresários a "aprenderem com a máfia" a fazerem negócios mais eficazes.

Secretário-geral das Nações Unidas visita Moçambique de 20 a 22 de maio

Maputo, 06 mai (Lusa) - O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, vai visitar Moçambique de 20 a 22 de maio, a primeira ao país desde que assumiu o cargo, em 2007, anunciou o representante do PNUD em Moçambique, Matthias Naab.