A nova cara da Marginal de Caxinas em Vila do Conde vai custar três milhões de euros

| Norte
Catarina Cunha

A marginal de Vila do Conde vai ganhar uma nova cara com a construção do parque de lazer de dez mil metros quadrados, que será “recheado” com um pequeno anfiteatro, um parque infantil, uma pérgula panorâmica e ainda áreas verdes. O mesmo ficará por cima dos mais de 100 armazéns de pesca e ao lado da vizinha Póvoa de Varzim.

O projeto já foi desenhado, mas ainda não saiu do papel, uma vez que “o projetista responsável pelo mesmo ainda precisa de verificar se as infraestruturas que estão por baixo do lajeado conseguem ou não sustentar” o plano idealizado, adianta o presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde, em entrevista ao Porto Canal.

“Nós tínhamos previsto que no final de junho estaríamos preparados para lançar o concurso público e eu espero que não vá muito para além desse mês”, esclarece Vítor Costa.

O edil assegura também que a obra vai avançar mesmo que, numa fase inicial, a Câmara Municipal de Vila do Conde não consiga fundos comunitários para a execução da mesma.

O custo estimado da empreitada é de cerca de três milhões de euros, um investimento que para o autarca é necessário e que não pode ser considerado como “uma despesa”.

“É um ganho humano (…) e um ganho turístico enorme. Não tenho dúvidas que este investimento (…) trará num curto prazo de tempo muito mais do que três milhões de receita para o concelho”, acrescenta o presidente da Câmara.

O prazo para o arranque das obras ainda é desconhecido, mas Vítor Costa garante que estão a trabalhar “diariamente para ultrapassar as dificuldades que foram surgindo” e “que no final do ano, ou no início do próximo já será possível ver a obra”.

O autarca de Vila do Conde explica que “não é por falta de vontade que o concurso público ainda não foi lançado, mas sim por uma questão técnica”. Reconhece também que os habitantes já estão cansados de ver a vista para o mar “tapada pelos taipais da obra” e por isso, de forma custosa, reforça-lhes o pedido de paciência.

Porto Canal

De acordo com Vítor Costa, a requalificação da marginal confere “vantagens evidentes” para o Município, visto que irá colocar um ponto final “no remate de uma grande intervenção”, bem como “atrair ainda mais turistas”.

Centro de Convívio e Museu do Mar

“E como não há duas, sem três”, tal como diz o ditado popular português, o presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde anuncia duas grandes promessas futuras para o concelho.

“Ao lado da Igreja do Senhor dos Navegantes, vamos construir, em colaboração com o Centro Social e Paroquial, um centro de convívio e cívico”, destaca.

Para além desta infraestrutura, Vítor Costa revela que para o futuro próximo a autarquia pretende criar um Museu do Mar, “que a seu tempo irá ver a luz do dia”. A localização do mesmo ainda vai ser debatida, tanto pela Câmara Municipal, quer como “pelas diversas instituições comunitárias das Caxinas e da Poça da Barca.”

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

 

Notícia editada por Francisco Graça

 

+ notícias: Norte

Demolição da fachada do antigo Cinema de Ermesinde gera contestação da população

Por questões de segurança, a Câmara de Valongo avançou com a demolição da fachada do antigo Cinema de Ermesinde. A obra, contestada pela população, avançou devido aos problemas estruturais graves na fachada do edifício, que implicava riscos de segurança. No lugar daquele edifício vai nascer a Oficina Municipal das Artes e fonte da autarquia garantiu ao Porto Canal que a fachada histórica do edificado vai ser preservada.

Urgência de Santo Tirso esteve encerrada de noite porque médico de serviço faltou

A urgência básica do hospital de Santo Tirso não funcionou entre as 0h00 e as 8h00 desta terça-feira, porque o médico que deveria estar de serviço faltou, disse fonte da Unidade Local de Saúde do Médio Ave.

Despiste seguido de capotamento faz dois feridos na A7 na Póvoa de Varzim

Duas pessoas sofreram ferimentos, ao início da tarde desta terça-feira, na sequência de um despiste seguido de capotamento na autoestrada A7 na freguesia de Balazar, no concelho da Póvoa de Varzim, apurou o Porto Canal.