“Ele não anda a fugir de mim, anda a fugir do tribunal”. Pinto da Costa e a “lamentável” ausência de Pedro Guerra ao julgamento

| Desporto
Porto Canal

Jorge Nuno Pinto da Costa lamentou, esta segunda-feira, a nova ausência de Pedro Guerra, ao julgamento agendado para esta segunda-feira, naquele que é um processo movido pelo FC Porto.

De acordo com informações apuradas pelo Porto Canal, o ex-diretor de conteúdos da BTV terá alegado novo exame de saúde, não tendo no entanto avisado o tribunal para esse impedimento.

Algo que na ótica do presidente do FC Porto é "lamentável". 

"Sinto-me incomodado com todo este processo, porque é realmente uma vergonha. O Sr. Pedro Guerra falta ao tribunal. Na última sessão estava doente, avisou o tribunal há meia-noite, a mandar um e-mail ao tribunal. E no dia seguinte, ou no próprio dia apareceu na televisão a falar como se nada fosse. Hoje parece que também não apareceu. Doente não deve estar porque, no sábado, há fotos dele num jantar com o Dr. Luís Filipe Menezes em Lisboa e estava com grande animação e bom aspeto. Portanto, é lamentável...", destacou o líder dos 'Dragões'. 

Ainda assim, Jorge Nuno Pinto da Costa espera que seja feita justiça. 

"Quando difamam, quando mentem, e quando dizem, como ele disse tão, perentoriamente, que tinha a certeza e agora não vem mostrar o que é que tem para justificar essa certeza tão certa, é lamentável. Mas eu espero que seja feita justiça", reiterou o dirigente máximo dos 'Azuis e Brancos', reforçando que Pedro Guerra "anda a fugir do tribunal".

O Presidente do FC Porto afirmou ainda que avançou com a ação contra o comentador afeto ao Benfica "não para fins lucrativos, nem pessoais", mas "para que pessoas como essa deixam de poder, com tanta certeza, dizer mentiras que difamam o FC Porto, o Conselho de Arbitragem e os próprios árbitros". 

Pinto da Costa concluiu que em caso de alguma indemnização favorável, a quantia já tem destino. "Será para uma instituição de caridade, concretamente para “O Coração da Cidade”. 

Recorde-se que Pedro Guerra é arguido no processo judicial movido pelo FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa e Luís Gonçalves, estando em causa as declarações do comentador num programa televisivo em 2018.

Pedro Guerra afirmou na altura que a substituição do árbitro Fábio Veríssimo por Carlos Xistra, antes do jogo entre Belenenses e FCP Porto, na época de 2018/2019, aconteceu por interferência direta dos portistas. Posteriormente, no programa prolongamento da TVI24, ficou provado que Fábio Veríssimo foi substituído devido à morte um familiar próximo.

No início do ano o comentador afeto ao Benfica não se apresentou em tribunal, alegando motivos de saúde. Três dias mais tarde o mesmo Pedro Guerra apareceria em direto na CMTV, levantando várias dúvidas quanto às justificações apresentadas pelo próprio para não comparecer a tribunal.  

O ex-diretor de conteúdos da BTV está acusado de dois crimes de difamação com publicidade e calúnia e um crime de ofensa a organismo.

+ notícias: Desporto

FC Porto (Hóquei em Patins): "Representar este clube implica ganhar todos os jogos", antevê Hélder Nunes

Hélder Nunes anteviu o Trissino-FC Porto, da sexta jornada da Liga dos Campeões (quinta-feira, 19h45, Porto Canal/FC Porto TV).

FC Porto (Natação): Mário Carvalho sagra-se campeão mundial de masters de natação

Atleta azul e branco conquistou o ouro nos 200 metros costas da faixa etária 40-49 anos.

FC Porto (Voleibol): Victória Alves renova contrato

Zona 4 brasileira está a cumprir a terceira época no FC Porto.