Homem que roubou cães de Lady Gaga condenado a 21 anos de prisão

Homem que roubou cães de Lady Gaga condenado a 21 anos de prisão
Instagram Lady Gaga
| Mundo
Porto Canal

James Howard Jackson, de apenas 19 anos, foi condenado, esta terça-feira, a 21 anos de prisão por ter roubado os dois bulldogs franceses de Lady Gaga, em Los Angeles. Segundo avança a imprensa internacional, o jovem não contestou uma das acusações de tentativa de homicídio do homem que passeava os cães da cantora no momento em que foram roubados.

Na altura, há cerca de dois anos, James Howard Jackson estava juntamente com mais dois homens quanndo se dirigiu a Los Angeles para procurar bulldogs franceses e depois os vender por milhares de dólares. Acabou por se encontrar com Ryan Fischer, o homem de 41 anos, que passeava os três cães daquela raça.

Depois da confusão instalada, James Jackson acabou por disparar sobre Ryan Fischer com uma arma semi-automática. Os três assaltantes acabaram por fugir com dois cães, Koji e Gustav, enquanto que o terceiro cão, Miss Asia, conseguiu fugir e esconder-se entre uns arbustos nas proximidades.

O caso acabou por ser investigado pelas autoridades que mais tarde concluíram que os assaltantes não sabiam que os cães eram da cantora.

Após o roubo, Lady Gaga ofereceu 500.000 mil dólares de prémio a quem devolvesse os dois cães. Os animais acabaram por ser entregues vários dias depois por uma mulher que também foi acusada do crime.

+ notícias: Mundo

Escândalo sexual expulsa Príncipe André do Palácio de Buckingham

O príncipe André, de 62 anos, foi expulso de vez do Palácio de Buckingham, residência oficial da família real britânica, pelo rei Carlos III. Segundo avança o jornal britânico ‘The Sun’, o Duque de York terá dito a amigos próximos que nos detalhes sobre o caso de abuso sexual vão ser públicos em breve.

Mais de 6500 russos ligaram para linha de deserção "Eu quero viver"

Mais de 6500 russos ligaram para a linha de deserção: "Eu quero viver". Trata-se de uma linha direta criada pela Ucrânia em setembro de 2022. 

"Longa vida à Rússia". Pai de Djokovic visto ao lado de apoiantes de Putin no Open da Austrália

Srdjan Djokovic, pai de Novak Djokovic, foi filmado, na noite de quarta-feira, a posar com manifestantes pró-Rússia, envergando bandeiras com a cara de Vladimir Putin e sinais com a letra 'Z', de apoio às forças militares do país.