Ana Gabriela Cabilhas faz história na FAP

| Porto
Porto Canal / Agências

Ana Gabriela Cabilhas foi reeleita, esta segunda-feira, presidente da Federação Académica do Porto (FAP) para o mandato de 2023, passando a ser o primeiro representante a ser reconduzida pela terceira vez no cargo em 33 anos de história da federação.

Ana Gabriela Cabilhas, 25 anos, estudante do 2.º ano do Mestrado em Ciências do Consumo e Nutrição da Universidade do Porto, foi esta noite eleita, para o seu terceiro mandato como presidente da Federação Académica do Porto (FAP), tornando-se a primeira mulher a ser reconduzida no cargo - em 2022 - e o primeiro representante da federação eleito pelo terceiro ano consecutivo em 33 anos de história da FAP, avançou à agência Lusa fonte oficial da FAP.

Encabeçando a única lista candidata, Ana Gabriela Cabilhas foi eleita com 21 votos a favor e dois votos em branco num universos de 23 associações de estudantes que marcaram presença nas eleições e que integram o organismo máximo de representação dos estudantes da Academia do Porto.

A cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da FAP para o ano de 2023 vai ter lugar no próximo dia 15 dezembro, no Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto.

“O 3º mandato é a minha última esperança de encontrar juventude nos decisores políticos. A FAP abraçou diversas batalhas nos últimos anos, mas a meta, se é que um dia haverá alguma, está longe de se avistar. Acredito, mais do que nunca, na força viva e reivindicatória da juventude e na nossa capacidade de superação e de coesão. Estou aqui, em 2023, por uma voz que quer falar ainda mais alto”, avançou à agencia Lusa Ana Gabriela Cabilhas, após a reeleição.

A presidente da FAP revela desencanto pelas promessas realizadas aos estudantes durante a pandemia da covid-19.

“Prometeram aos estudantes que mentalidades e comportamentos iam ser mudados. Ficamos na expectativa de que algo maior ia acontecer, na Academia e no país. Hoje, para além de estar tudo na mesma, a guerra e a crise inflacionária trazem-nos mais desafios”, declarou.

Um dos desafios para 2012 é a”emancipação jovem”, adiantou Ana Gabriela Cabilhas.

“A FAP está longe de se esgotar no Ensino Superior. A FAP é, também, a defesa de emprego e habitação dignos. A FAP é os estudantes que representa, mas também uma estrutura de liderança geracional. E os jovens carregam um peso nunca antes imaginado. Precisam de ser cada vez mais capazes nos seus empregos e nas suas vidas. E precisam de oportunidades para viverem a plenitude das suas aspirações”.

O mandato do ano 2022 ficou marcado pela recente pressão exercida pela Federação Académica do Porto sobre o tema do alojamento estudantil e o combate ao abandono escolar.

“No momento em que o PRR começa a acusar as suas primeiras grandes dificuldades na execução, a FAP é a primeira estrutura a apresentar uma residência para estudantes”, recordou.

Natural de Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro, Ana Gabriela Cabilhas, é licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e da Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP). Entre 2017 e 2019, foi presidente da Associação de Estudantes da FCNAUP (AEFCNAUP), tendo ainda integrado o Conselho Pedagógico e o Conselho Executivo da faculdade.

Em 2018, assumiu o cargo de vice-presidente da Mesa da Assembleia-Geral da FAP e, um ano depois, passou a integrar a direção daquele organismo. Além da Ana Gabriela Cabilhas fazem parte da lista vencedora (Lista M), Tiago Cruz (tesoureiro), João Fonseca (vice-presidente), Carlos Alves (vice-presidente), Daniel Pinto (secretário-geral), Maria Inês Martins (vogal), Francisco de Almeida (vogal), Maria Santos (vogal), Francisco Fernandes (vogal), Daniela Monteiro (vogal) e Inês Vieira (vogal).

A presidente da Mesa da Assembleia é Débora Silva, a vice-presidente é Liliana Correia e a secretária é Branca Lopes. No Conselho Fiscal foi eleita para presidente Bruna Carmo e para relatora Anna Monteiro e para secretária foi eleita Francisca Abreu.

A FAP representa 27 associações de estudantes e representa mais de 70 mil estudantes da academia do Porto.

+ notícias: Porto

Porto. Incêndio consome prédio e provoca 13 desalojados

Uma pessoa sofreu ferimentos ligeiros e 13 ficaram desalojadas na sequência de um incêndio na madrugada desta quinta-feira num prédio de três pisos na Rua de São Sebastião, no Porto, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Porto. Fonte dos Leões renasce depois de intervenção profunda

A Fonte dos Leões, no Porto, renasceu depois de uma profunda intervenção. Segundo comunicado da Câmara Municipal do Porto, a “emblemática fonte portuense” dispões “de novos sistemas ao nível hídrico e energético que promovem a sustentabilidade, reduzem perdas de água e apostam em iluminação de baixo consumo”.

Moreira e Montenegro sentam-se à mesa após rumores de candidatura às europeias

Rui Paulo Rodrigues, CEO do grupo SIMOLDES, promoveu no passado sábado um almoço que colocou à mesma mesa Rui Moreira e Luís Montenegro, num convívio que não é novo e que foi já batizado de “almoço da lampreia”.