Cerca de 2500 focas deram à costa no sul da Rússia

Cerca de 2500 focas deram à costa no sul da Rússia
Associated Press
| Mundo
Porto Canal

Cerca de 2500 focas mortas deram à costa no Mar Cáspio, no sudeste da Rússia, segundo a informação avançada pelo jornal ‘The Guardian’.

De acordo com o Centro de Proteção Ambiental do Cáspio, os animais foram encontrados sem vida em Makhachkala, no distrito de Kirovsky, perto de um depósito de petróleo. Até ao momento, as circunstâncias da morte destes animais ainda não estão claras, mas segundo o Centro de Proteção Ambiental do Cáspio as focas provavelmente morreram há algumas semanas, sendo que não há sinal de que tenham sido mortas ou capturadas em redes de pesca.

Até ao momento, as autoridades russas aguardam os resultados dos testes de laboratório.

 

 

+ notícias: Mundo

Comité Olímpico apoia a reintegração de atletas russos e bielorrussos

O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP) manifestou-se esta sexta-feira favorável à reintegração dos atletas russos e bielorrussos nas competições internacionais, de acordo com a orientação assumida pelo Comité Olímpico Internacional (COI), que deseja "explorar" vias para o fazer.

Frio no Afeganistão faz 158 mortos

O número de mortos devido às inundações repentinas e à pior onda de frio em décadas no Afeganistão, que atingiu o país nas últimas duas semanas, subiu para 158, avançaram à EFE as autoridades talibãs.

Necessárias medidas para travar violações de direitos humanos na Venezuela. Pedido de 90 ONG à ONU

Noventa organizações não-governamentais (ONG) venezuelanas pediram ao Alto-Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) que reforce o trabalho conjunto e os mecanismos internacionais para travar as violações dos direitos humanos na Venezuela.