Movimento Cultural Terra de Miranda elabora plano estratégico para dar resposta à desertificação humana 

| Norte
Porto Canal

Em apenas 60 anos, a Terra de Miranda perdeu dois terços da população e, desse modo, o Movimento Cultural Terra de Miranda elaborou um plano estratégico para dar resposta à desertificação humana sentida nos últimos anos, devido à construção das três barragens na região.

Ao que sabe o Porto Canal, os membros do movimento defendem que não está a ser promovida a coesão territorial. Dizem que Miranda tem recursos que são suficientes para que seja uma das regiões mais desenvolvidas de Portugal, com uma língua e cultura própria, e com condições favoráveis para a produção de energia hidrioelétrica. No entanto, dizem que os recursos não estão a ser bem aproveitados.

No plano elaborado foram identificados sete bloqueios ao desenvolvimento da região que serão apresentados na Assembleia da República na última semana de setembro.

Em declarações ao Porto Canal, o movimento diz que o fenómeno do despovoamento é algo que pode ser revertido com relativa segurança e rapidez, por isso, surge agora um plano estratégico com diferentes sugestões

 

+ notícias: Norte

Adepto obrigado a despir camisola do PSG durante jogo com o Benfica na Luz

Um adepto brasileiro foi, alegadamente, obrigado a despir a camisola que vestia no jogo da Liga dos Campeões desta quarta-feira, que opôs o Benfica e o PSG, no Estádio da Luz. A situação é revelada nas redes sociais, onde o jovem explica que lhe foi ainda pedido pela segurança que deixasse o seu lugar. O adepto estava acompanhado de um amigo que usava uma camisola da seleção brasileira.

Acidente entre três carros obriga ao corte da EN106 em Penafiel

Um acidente na noite desta quinta-feira provocou uma colisão entre três carros em Cabeça Santa, originando o corte da estrada nacional 106 em Penafiel. Segundo apurou o Porto Canal, cinco pessoas sofreram ferimentos leves tendo sido socorridas no local pelos bombeiros voluntários de Entre-os-Rios. Posteriormente foram transportadas para o Hospital Padre Américo no concelho de Penafiel.

Jovens portugueses percorrem Marrocos sem GPS em desafio solidário

Quatro mil quilómetros em dez dias, percorridos num carro com mais de 20 anos e sem GPS. São as principais regras do desafio “UniRaid” destinado a jovens sem medo do deserto. A prova arranca este sábado, em Tânger, Marrocos, mas o objetivo não é ganhar.