Lítio: Galp emite recomendação de localização de refinaria "nas próximas semanas"

| Economia
Porto Canal com Lusa

Porto, 16 fev 2022 (Lusa) - O presidente executivo da Galp, Andy Brown, afirmou hoje que a empresa irá apresentar uma recomendação para a localização de uma refinaria de lítio "nas próximas semanas", após estudos e conversas com autarquias.

"É um estudo técnico mas também social que estamos a fazer, que virá com uma recomendação nas próximas semanas", disse hoje Andy Brown na sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), durante a cerimónia de assinatura de um protocolo com vista à reconversão da refinaria de Matosinhos (distrito do Porto) numa cidade da inovação.

O executivo da Galp reconheceu que a empresa está "a olhar para várias localizações, a conversar com as autarquias, a olhar para todas as coisas que tornariam essas instalações de reconversão um sucesso".

Em causa estão questões "de logística, de serviços" e de "acesso às redes de gás", enumerou, estando afastada a hipótese dessa refinaria de lítio suceder à petrolífera em Leça da Palmeira, em Matosinhos.

No dia 04 de fevereiro, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, disse que por ser "um investimento 100% privado", a localização da refinaria de lítio não compete ao Governo, embora tenha preferência por uma zona perto de minas.

"Tudo faremos para que essa mesma refinaria esteja o mais próximo dos territórios onde houver minas, certamente, mas essa é uma escolha das entidades privadas", prosseguiu.

JE (ILYD) // LIL

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Todos os jovens vão ter isenção de IMT e Imposto do Selo

Os jovens até aos 35 anos podem beneficiar de isenção de IMT e Imposto do Selo na compra de primeira habitação independentemente do seu rendimento, disse esta quinta-feira a ministra da Juventude e Modernização.

Jovens podem optar entre o atual regime de IRS ou o novo

Os jovens que já se encontrem a usufruir do atual regime de IRS vão poder optar, em janeiro, entre manter-se neste ou optar pelo novo regime hoje aprovado pelo Governo que reduz as taxas para um terço das 'normais'.

Pacote medidas para os jovens vai custar cerca de 1,3 mil milhões de euros em dois anos

As medidas para a juventude apresentadas esta quinta-feira pelo Governo têm um impacto financeiro global estimado de pelo menos 1.262,3 milhões de euros entre 2024 e 2025, com a fatura a ser mais elevada no próximo ano, segundo cálculos da Lusa.