Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Presidente da Guiné-Bissau exonera três ministros e três secretários de Estado

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Bissau, 26 jan 2022 (Lusa) -- O Presidente da Guiné-Bissau exonerou hoje os ministros dos Transportes, Educação e Administração Pública e os secretários de Estado da Juventude, Gestão Hospitalar e Ordem Pública no âmbito de uma remodelação proposta pelo primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam.

Segundo os decretos divulgados à imprensa, o atual ministro dos Transportes e Comunicações, Augusto Gomes, vai ser substituído no cargo por Aristides Ocante da Silva, que até aqui ocupava as funções de conselheiro do Presidente, Umaro Sissoco Embaló.

Augusto Gomes foi nomeado ministro da Cultura, Juventude e Desporto.

O novo ministro da Educação Nacional vai ser Abas Djaló, que substitui no cargo Cirilo Mamasaliu Djaló, que vai passar a ocupar a pasta de ministro da Administração Pública, Trabalho, Emprego e Segurança Social.

Para o Ensino Superior e Investigação Científica foi nomeado Timóteo Saba M'bunde.

A atual diretora da Polícia Judiciária, Teresa Alexandrina da Silva, vai ocupar o cargo de ministra da Justiça e de Direitos Humanos, substituindo Iaia Djaló, que morreu em dezembro.

Florentino Fernando Dias, que até aqui ocupava a pasta de secretário de Estado da Juventude e do Desporto, foi nomeado secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros.

Um outro decreto presidencial divulga a nova orgânica do Governo, que vai passar a ter 22 ministérios e oito secretarias de Estado.

MSE // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Putin ameaça com ataques "relâmpago" em caso de intromissão estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque "relâmpago" a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia, onde está há dois meses em curso uma guerra desencadeada pela invasão do exército russo.

Pelo menos nove civis mortos por bombardeamentos russos no leste e sul da Ucrânia

Pelo menos nove civis morreram hoje na sequência de bombardeamentos do exército russo no leste e sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades locais. De acordo com informações do governador da região de Lugansk (leste da Ucrânia), Sergey Gadai, três civis morreram debaixo de escombros de um prédio atingido por um bombardeamento na cidade de Popasna, para onde tinham fugido a fim de, segundo a mesma fonte, "se proteger de mísseis russos".

Um outro bombardeamento, que atingiu a cidade de Kharkiv (também no leste), a segunda maior da Ucrânia, matou três pessoas e deixou sete feridas, duas delas com gravidade, anunciou o governador regional, Oleg Synegoubov, apelando aos moradores para terem "muito cuidado e, se possível, não saírem dos abrigos".

Outros dois civis foram mortos e seis ficaram feridos na região de Donetsk, segundo o governador, Pavlo Kyrylenko.

Rússia deixa de fornecer eletricidade à Finlândia a partir de sábado

Helsínquia, 13 mai 2022 (Lusa) -- A Rússia vai suspender as entregas de eletricidade para a Finlândia a partir de sábado, devido a contas não pagas, anunciou hoje o fornecedor RAO Nordic Oy, que detém a empresa russa InterRAO.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.