Covid-19: Portugal é sexto país da União Europeia com mais novos casos diários de contágo

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 03 jan 2022 (Lusa) - Portugal é esta semana o sexto país da União Europeia com mais novos casos diários de contágio por SARS-CoV-2 por milhão de habitantes a sete dias, e o sexto com menos mortes diárias atribuídas à covid-19.

Segundo o 'site' estatístico Our World in Data, na última semana, o país subiu de 768 novos casos diários por milhão de habitantes para 2.030.

Entre os casos de contágio regista-se uma taxa de mortalidade de 1,33 por cento, com uma média diária de 1,63 novas mortes diárias nos últimos sete dias.

O país da UE com média superior de novos casos continua a ser a Dinamarca, particularmente afetada pela nova variante Ómicron do vírus responsável pela covid-19, e que passou dos 2.090 para 3.590 novos casos diários por milhão de habitantes.

Seguem-se Chipre, com 3.500 novos casos diários, a Irlanda (3.050), França (2.400) e Malta (2.210).

A média da UE de novos casos diários por milhão de habitantes situa-se agora nos 1.170, muito acima da média mundial de 184 novos casos.

Entre os países do mundo com mais de um milhão de habitantes a Dinamarca repete-se como o país com o número mais elevado de casos nos últimos sete dias, seguida da Irlanda, Reino Unido (2.820) França e Suíça (1.010).

No que toca às mortes diárias por milhão de habitantes, alguns dos países da União Europeia com mais novos casos estão, por outro lado, entre aqueles onde a covid-19 tem provocado menos mortes, como a Irlanda, onde o número de novas mortes diárias se situa em 0,63, tal como na Suécia.

Malta, com 1,11 novas mortes diárias, Espanha (1,18), Finlândia (1,47) e Chipre (1,75), são os outros países em melhor situação neste indicador.

Na União Europeia, a média europeia é 3,81, e os piores números a nível europeu situam-se maioritariamente a leste: Hungria (13), Polónia (12,34), Croácia (9,94), Bulgária (9,38) e Eslováquia (7,93).

A nível mundial, registaram-se globalmente 0,78 novas mortes diárias por milhão de habitantes atribuídas à covid-19.

Moldávia é o país com a média diária de mortes atribuídas à covid-19 mais alta (24), seguindo-se Trindade e Tobago (14,86), Geórgia (14,11) Hungria (13).

A covid-19 provocou 5.441.446 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.000 pessoas e foram contabilizados 1.434.570 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde de hoje.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral e desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.  

APN // JMR

Lusa/fim

+ notícias: País

Governo alerta para nova vaga de calor que começa este fim de semana e prolonga-se até setembro

O Governo alertou, esta quarta-feira, depois de uma reunião do IPMA para o aumento das temperaturas a partir do fim de semana que se vão prolongar até setembro. 

Oito meios aéreos mobilizados para a serra da Estrela

Oito meios aéreos estavam, cerca das 10:00 desta quarta-feira, a combater o incêndio que lavra há mais de uma semana na serra da Estrela, segundo o 'site' da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Sérgio Figueiredo renuncia ao cargo de consultor do ministro das Finanças

Sérgio Figueiredo renunciou ao cargo de consultor do ministro das Finanças, anunciou hoje o ex-antigo diretor de informação da TVI num texto publicado no Jornal de Negócios.