Info

Portugal com 17 mortes, 2.590 casos e redução nos internados nas últimas 24 horas por Covid-19

Portugal com 17 mortes, 2.590 casos e redução nos internados nas últimas 24 horas por Covid-19
| País
Porto Canal com Lusa

Portugal regista hoje 17 mortes atribuídas à covid-19, a maioria em Lisboa, 2.590 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e nova descida nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo os dados oficiais.

De acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) estão hoje internadas 895 pessoas com covid-19, menos 29 em relação a sexta-feira, 195 das quais em cuidados intensivos, menos quatro nas últimas 24 horas.

A área de Lisboa e Vale do Tejo com 959 casos e a região Norte com 923 têm 72,6% do total das novas infeções verificadas nas últimas 24 horas.

As 17 mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (10), na região Norte (4), na região Centro (1) e na região do Alentejo (2).

No que respeita às faixas etárias, 10 das vítimas mortais tinham mais de 80 anos, três entre os 70 e os 79, duas entre os 60 e os 69, uma entre os 50 e os 59 e uma entre os 40 e os 49 anos.

Relativamente ao total de 2.590 infeções nas últimas 24 horas, o boletim revela que 236 têm entre os 0 e os 9 anos, 467 entre os 10 e os 19 anos, 564 entre os 20 e os 29 anos, 391 entre os 30 e os 39 anos, 394 entre os 40 e os 49 anos, 215 entre os 50 e os 59 anos, 150 entre os 60 e os 69 anos, 80 entre os 70 e os 79 anos e 89 com mais de 80 anos.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há menos 1.555 casos ativos, totalizando 49.256 e que 4.128 pessoas foram dadas como recuperados nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 902.014 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.361 pessoas e foram registados 968.631 casos de infeção.

As autoridades de saúde têm em vigilância nas últimas 24 horas menos 1.282 pessoas, totalizando 77.455.

A região de Lisboa e Vale do Tejo com a notificação de 959 novas infeções, contabiliza até agora 378.656 casos e 7.410 mortos.

Na região Norte foram registadas hoje 923 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 375.366 casos de infeção e 5.426 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 255 casos, acumulando-se 129.821 infeções e 3.043 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 61 casos, totalizando 33.734 infeções e 982 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 313 novos casos, acumulando-se 32.951 infeções e 391 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 36 casos, somando 10.617 infeções e 71 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 43 novos casos contabilizando 7.486 casos e 38 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 444.720 homens e 523.251 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 660 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 9.111 eram homens e 8.250 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.358 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.717 com idades entre os 70 e os 79 anos, e 1.577 tinham entre os 60 e os 69 anos.

Quanto às infeções o boletim revela que do total de 966.041 pessoas infetadas desde o início da pandemia, 57.398 tinham entre os 0 e os 9 anos, 96.415 entre os 10 e os 19 anos, 150.400 entre os 20 e os 29 anos, 143.462 entre os 30 e os 39 anos, 159.453 entre os 40 e os 49 anos, 136.481 entre os 50 e os 59 anos, 92.684 entre os 60 e os 69 anos, 59.473 entre os 70 e os 79 anos e 72.205 com mais de 80 anos.

A taxa de incidência nacional de infeções pelo vírus SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias desceu na sexta-feira para os 419,2 casos, assim como o índice de transmissibilidade que é agora de 0,98.

No continente, este indicador estabilizou, registando na sexta-feira o mesmo valor de quarta-feira e de segunda-feira, ou seja, 439,3 de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes.

Quanto ao Rt - que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de uma pessoa com o vírus - desceu para os 0,98 a nível nacional, mantendo a tendência descendente.

No continente o Rt desceu também dos 1,01 para os 0,98.

Os dados do Rt e da incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias - indicadores que compõem a matriz de risco de acompanhamento da pandemia - são atualizados pelas autoridades de saúde à segunda-feira, à quarta-feira e à sexta-feira.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.202.179 mortos em todo o mundo, entre mais de 196,5 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse, divulgado na sexta-feira.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

+ notícias: País

Mulheres ganham 78% do salário dos homens com as mesmas qualificações

As mulheres em Portugal têm mais dificuldades em arranjar trabalho e chegam a ganhar 78% do salário dos homens em empregos com as mesmas qualificações, revela um relatório da OCDE.

Gouveia e Melo: "Nós já ganhámos a este vírus"

O responsável pela 'task-force' que coordena o programa de vacinas contra a covid-19, vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, assumiu hoje que Portugal "já ganhou a este vírus".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS