Covid-19: Açores com oito novos casos em São Miguel e 51 recuperações

| País
Porto Canal com Lusa

Ponta Delgada, 08 fev 2021 (Lusa) -- Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, oito novos casos de covid-19, todos na ilha de São Miguel, e 51 recuperações no arquipélago, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

Dos novos casos diagnosticados, na sequência de 641 análises realizadas nas últimas 24 horas, cinco novos casos foram diagnosticados no concelho da Ribeira Grande, em concreto na vila de Rabo de Peixe, que se mantém em cerca sanitária, agora circunscrita à parte norte.

Os restantes três casos em São Miguel ocorreram na freguesia de São Pedro, no concelho de Ponta Delgada.

Quanto às recuperações, 44 pessoas recuperaram da doença na ilha de São Miguel, uma no Pico e seis na Terceira.

Ainda de acordo com o boletim diário da Autoridade de Saúde dos Açores, hoje há mais uma pessoa internada no arquipélago, que conta com 16 doentes hospitalizados.

No Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, há mais um doente internado, totalizando agora 12 doentes com covid-19, mas com menos uma pessoa na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), que tem agora cinco doentes.

Há ainda três pessoas internadas no Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira, onde se mantém um doente em UCI e uma outra pessoa internada no Hospital da Horta, no Faial.

Existem atualmente 207 casos positivos ativos na região, sendo 175 em São Miguel, 22 na Terceira, sete no Faial e três em S. Jorge.

Foram detetados até hoje nos Açores 3.736 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, verificando-se 27 óbitos e 3.399 recuperações.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.316.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 106 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 14.354 pessoas dos 767.919 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

APE // MCL

Lusa/fim

+ notícias: País

Católica favorece admissão de aluno em Medicina por ser “descendente de beneméritos” da Instituição

A Universidade Católica Portuguesa divulgou o resultado das Candidaturas ao Mestrado Integrado em Medicina. Na lista é possível verificar que a instituição beneficiou a admissão de um aluno por ser "descendente em linha reta de beneméritos insignes” da Universidade, tendo o candidato em questão uma média inferior a alguns estudantes cuja admissão está "condicionada à existência de vagas". O caso tem gerado polémica nas redes sociais com várias pessoas a questionarem a honestidade do processo, referindo que favorece a "herança" face à "meritocracia".

Oito jesuítas envolvidos em casos de abuso sexual de menores em Portugal entre 1950 e 1990

A Província Portuguesa da Companhia de Jesus anunciou hoje ter apurado, “com um grau de probabilidade elevada”, a ocorrência de casos de abuso sexual de menores cometidos por oito jesuítas, entre 1950 e o início da década de 1990.

Portugal estuda cooperação académica com Stanford em matéria ambiental

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta segunda-feira que Portugal está a estudar um quadro de cooperação académica com a nova Faculdade de Sustentabilidade da Universidade de Stanford, na Califórnia.