Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Teste da Unilabs permite diferenciar novo coronavírus de outras infeções respiratórias

Teste da Unilabs permite diferenciar novo coronavírus de outras infeções respiratórias
| País
Porto Canal com Lusa

A Unilabs vai disponibilizar um teste de diagnóstico que permite "diferenciar o novo coronavírus de outros tipos de infeções respiratórias sazonais", auxiliando os clínicos a realizarem diagnósticos mais precisos, revelou hoje o diretor médico da empresa.

"A ideia era tentarmos ter uma ferramenta de diagnóstico que, em simultâneo, nos permitisse diferenciar se é ou não covid-19 e, se não for, qual o vírus que está a causar aquele quadro clínico", afirmou António Maia Gonçalves.

Em declarações à agência Lusa, o diretor médico da Unilabs Portugal explicou que a ferramenta surgiu no âmbito de uma colaboração com um laboratório sul coreano.

"Agora com a época da gripe, vamos ter doentes a tossir, com dores de garganta, pingo no nariz e com febre a recorrerem aos hospitais e centros de saúde. Clinicamente, é impossível sabermos se é covid-19, uma gripe banal ou gripe A", observou o médico.

Esta "arma de diagnóstico", que ficará disponível "nos próximos 10 dias", permitirá assim, através de uma única amostra via zaragatoa da nasofaringe depreender se se trata do SARS-CoV-2 ou de outras patologias respiratórias.

O teste, realizado mediante prescrição médica, poderá ser feito nos mesmos locais dos testes covid-19, em 'drive thru' ou algumas unidades da empresa.

"Depois vamos tentar massificar a distribuição à medida que for necessário", afirmou António Maia Gonçalves, acrescentando que os resultados ficarão disponíveis entre 24 a 36 horas após a realização do teste.

"Este novo teste irá ajudar os médicos a realizar diagnósticos mais precisos e a tomar melhores decisões, com maior rapidez sobre as opções de tratamento de cada caso", sublinhou o clínico.

Em Portugal, morreram 1.931 pessoas dos 71.156 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

+ notícias: País

Covid-19: Idosos começam hoje a receber segundo reforço da vacina

Os idosos residentes em lares começam hoje a receber a segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19, que estava prevista para o início do outono, mas que foi antecipada devido ao aumento de infeções no país.

Trabalhadores da CP em greve hoje por aumentos salariais

Os trabalhadores da Comboios de Portugal (CP) cumprem durante as próximas 24h uma greve a nível nacional onde pedem uma "atualização salarial" que tenha em conta o "escalar do custo de vida atual", explicou Sérgio Fernandes do Sindicato nacional dos trabalhadores do setor ferroviário. 

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.